CDS procura adaptar-se às novas exigências da comunicação

Site CDS

O CDS apresentou em Dezembro em Conselho Nacional do partido, o orgão mais importante entre congressos, o novo plano de comunicação desenhado pelo actual Secretário de Estado da Administração Interna, João Almeida. O objectivo é capitalizar ao máximo a imagem do CDS com os olhos já colocados nas legislativas.

A ideia passa sobretudo por modernizar a imagem do partido e adaptá-la às novas audiências, mas também às novas exigências do mercado. O site do partido foi renovado, a página do Facebook passou a ser uma grande aposta, e até já existe um Instagram oficial do partido.

Neste momento o novo plano de comunicação está com um “nível de execução próximo dos dois terços”, segundo o que disse João Almeida ao Panorama. Uma das grandes apostas foi a certificação das páginas do Facebook, da qual o CDS foi o primeiro partido português a receber essa “chancela” por parte do Facebook.

Segundo João Almeida, o CDS não chegou tarde ao Facebook visto que “a página do presidente do CDS funcionou com enorme actividade e tem cerca de 40.000 seguidores. Outros partidos passam ou passaram por processos de reorganização semelhante”, acrescentando que a nova estratégia apenas “reorganiza e potencia essa presença, que já existia a vários níveis”.

Jornal digital Folha CDS

Jornal digital Folha CDS

São cerca de 10 pessoas coordenadas por oito elementos que agora têm a cargo a comunicação do partido, que fez também renascer em versão digital a “Folha CDS”, um jornal interno, à semalhança do Povo Livre do PSD, da Acção Socialista do PS, do Esquerda.net do Bloco ou até mesmo do Avante do PCP.

A preocupação não existiu apenas a nível externo, mas também interno, com a criação de dinâmicas e de canais próprios de comunicação entre os mais diversos elementos do CDS desde os militantes base até aos membros do Governo. O sistema de comunicação está neste momento organizado por níveis, com a informação a circular junto das diversas estruturas.

Para breve está prevista a criação de uma aplicação para smartphones, bem como a reactivação do canal do partido, que irá obrigar à produção própria de conteúdos de vídeo e respectiva edição.

Página do Facebook do CDS

Página do Facebook do CDS

No entanto e com os olhos já postos nas legislativas deste ano, João Almeida disse também ao Panorama que “existe uma articulação, respeitando a identidade de cada partido e forma de comunicar de cada um”, mas dando o seu caso como exemplo daquilo que tem sido a coordenação entre os dois partidos e o Governo, “eu próprio sou membro do Governo e já existiram eventos organizados e divulgados em conjunto, com uma única estratégia de comunicação”, diz o Secretário de Estado do CDS e vice-presidente da Comissão Politica Nacional do partido, o orgão executivo do CDS.

O Panorama quis ainda saber se o CDS estava preocupado com a falta de pluralidade no que toca aos comentadores televisivos, mas internamente as indicações são as de aproveitar os elementos do partido com maior presença nos meios de comunicação social, “valorizando o papel dos vários protagonista do CDS”.

Para as legislativas, a aposta é feita na edição de conteúdos, estando já a ser preparada uma estrutura de campanha que garanta não só a comunicação das iniciativas do CDS, ou da possível coligação, mas também uma “monitorização da opinião online” que permita ao CDS ficar a par das reacções dos portugueses nas redes sociais e outras plataformas de comunicação.

Descomplicador:

O CDS está a implementar uma nova estratégia de comunicação, modernizando-se e adaptando-se às novas plataformas e já com os olhos postos nas legislativas deste ano

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *