Eleições em França e na Andaluzia: o que é preciso saber

O dia de ontem ficou marcado pelas eleições Departamentais em Nicolas_Sarkozy_(2008)França e pelas eleições na Andaluzia. No caso dos franceses, os resultados mostram uma vitória da UMP, a direita tradicional, liderada por Nicolas Sarkozy com cerca de 32% dos votos. O partido de extrema-direita liderado por Marine Le Pen, a Frante Nacional, era apontado pelas sondagens como o principal candidato à vitória, mas ficou-se pelos 25% dos votos. O grande destaque vai para a derrota do Partido Socialista, o partido do Governo e do Presidente da República. A penalização dos eleitores franceses levou a que o Partido Socialista não fosse além dos 22% dos votos. Esta foi apenas a primeira volta. A segunda volta acontecerá no próximo domingo.

No caso das eleições da Andaluzia, o PSOE foi o vencedor ao conseguir 35,4% dos votos, elegendo 47 deputados (o mesmo número de 2012, mas na altura tinha ficado em segundo lugar). O PP, que em 2012 tinha conseguido eleger 50 deputados, desta vez apenas conseguiu garantir 33 assentos no Parlamento (26,8% dos votos), o que significa uma perda de 17 lugares. Em terceiro lugar, ficou o Podemos com 14,8% dos votos, elegendo 15 deputados, e em quarto lugar ficou o Ciudadanos com 9,3%, elegendo 9 deputados.

Descomplicador:

A França está dividida administrativamente em 101 departamentos. As eleições Departamentais são eleições locais. Embora ainda faltem os resultados da segunda volta, estes resultados mostram o descontentamento dos franceses face ao Governo do Partido Socialista e confirmam que a Frente Nacional, embora não tenha ganho como as sondagens indicavam, tem cada vez mais força política no país. Já a Andaluzia, é uma das 17 comunidades autónomas de Espanha. Cada uma delas tem um Governo próprio e estas foram eleições para o Parlamento da Andaluzia. O destaque vai para o fim do bipartidarismo (PP e PSOE), dado o crescimento do Podemos e do Ciudadanos que fez com que o PSOE não conseguisse obter maioria absoluta. Numa altura em que as sondagens a nível nacional indicam que estes 4 partidos estão muito próximos, este é o primeiro resultado eleitoral destes dois novos partidos com impacto em Espanha.

xusvgz@vomoto.com'
Publicado por: Francisco Mendes

22 anos, natural de Moura, no Alentejo. Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Foi Director de Programas e Director-Geral da ESCS FM em 2011/2012 e 2012/2013 e é actualmente Director de Correcção Linguística da ESCS MAGAZINE

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *