PSD e CDS perdem votos. PS Madeira sofre hecatombe

Eleições MadeiraCom um menor número de votantes (127.893 contra os 147.344 de 2011) e uma maior abstenção (50,28% contra 42,61% em 2011), o PSD Madeira liderado por Miguel Albuquerque estancou a tendência de queda do PSD de Alberto João Jardim.

Apesar de ter perdido um deputado e obtido menos votos do que em 2011 (um total de 56.690 contra os 71.556 das eleições anteriores), num decréscimo de mais de 3% no número de votos, o PSD conseguiu manter, por apenas um deputado, a maioria absoluta, com 24 deputados num parlamento de 47.

O CDS não viu reconhecida a sua ambição de lhe tirar votos, pelo contrário: baixou de 17,63% para 13,69% e perdeu, nesta operação, dois deputados (de 9 passou para 7). Já o PS foi o partido mais penalizado pelos madeirenses. A Coligação Mudança que juntou com o PTP, o MPT e a PAN obteve um resultado desastroso, na medida em que, juntos, tiveram não só menos votos do que o PS tivera sozinho em 2011, como perderam em conjunto quase metade dos deputados: elegeram agora 6, quando em 2011 totalizavam 11 (6 do PS, 3 do PTP, 1 do MPT e 1 do PAN). Consequentemente, o líder do PS-Madeira apresentou a sua demissão.

Contra a tendência destes registos de perdas, houve alguns pequenos vencedores. Desde logo o JPP, ou Juntos pelo Povo, candidatura encabeçada pelo homem que iniciou os movimentos de cidadãos na Madeira que conseguiu eleger 5 deputados (correspondente a 10, 34% dos votos), quase tantos quanto os da Coligação Mudança e acima do PCP-PEV e do BE, com dois deputados cada. O Bloco de Esquerda, de resto, alcançou o dobro dos votos face a 2011 (1,70% para 3,80% dos votos) e colocou dois deputados no parlamento, o mesmo número que o PCP-PEV (passou de 3,76% para 5, 43% dos votos).

Descomplicador:

O PSD e o CDS perderam votos face a 2011 apesar de terem conseguido cumprir os seus objectivos. A maior desilusão veio do PS que coligado perdeu quase metade dos deputados face a todos os partidos da Coligação Mudança.

xsjtbq@anappthat.com'
Publicado por: João Pedro Óca

20 anos, natural da cidade alentejana de Serpa. Finalista de Jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social. Foi cronista no jornal Sport Alentejo e de momento participa num programa da estação ESCS FM e é redactor desportivo do site "Bola na Rede". Colabora ainda com a Associação de Estudantes da ESCS.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *