Juventude Socialista acusa Governo de desmazelar Pousadas da Juventude

Joao TorresA Juventude Socialista manifestou hoje, em reação ao anúncio feito na semana passada pela Secretaria de Estado do Desporto e Juventude, a sua preocupação com a abertura do concurso de concessão integral de 14 Pousadas da Juventude.

A JS considera que “o plano de atribuição de metade das Pousadas da Juventude a uma gestão alheia faz reforça a percepção de que as secretarias de Estado do actual governo se limitam a funcionar como meras delegações do Ministério das Finanças”. Para a Juventude Socialista, as pousadas de juventude devem ter “um posicionamento estratégico vocacionado para a promoção do turismo e do lazer junto dos jovens portugueses e com preços controlados, o que poderá estar em causa num futuro próximo”, diz a estrutura de juventude.

Apesar de a possibilidade de autarquias e associações juvenis gerirem pousadas “ser positiva”, o que está em causa neste processo é “a destruição de um património que é pertença do Estado e do conjunto da juventude portuguesa”, diz a JS, acrescentando João Torres, secretário-geral da estrutura que “o Governo quer livrar-se de mais uma função social do Estado”.

Na opinião de João Torres, “o Governo manifestou incúria em relação às Pousadas de Juventude nos últimos anos para, no final da legislatura, se desfazer de mais um importante activo do país”, acrescentando ainda que “é inconcebível que o Governo insista em tudo privatizar em vésperas de eleições”, manifestando uma postura que considera como “duvidosa, de frágil legitimidade democrática e lesiva para o Estado”, refere o líder da JS.

João Torres diz ainda que “a uma Secretaria de Estado do Desporto e da Juventude, que durante um mandato foi incapaz de se pronunciar sobre as centrais preocupações dos jovens, se exigia mais como marca de mandato do que uma vontade de privatização a preço de saldo da rede das Pousadas da Juventude”.

Descomplicador:

O líder da Juventude Socialista lamenta a forma como a Secretaria de Estado do Desporto e da Juventude está a tratar as Pousadas da Juventude, criticando a estratégia de entrega destas estruturas a privados a poucos meses das eleições.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *