Meta do Governo fica mais alcançável com economia a crescer 1,4%

1,4 pontos percentuais. É este o valor exato divulgado pelo Instituto Nacional de Estatítisca e que traduz a evolução do PIB português. Esta é a taxa de crescimento mais elevada desde o último trimestre de 2013. Um valor positivo que duplicou se compararmos com os dados homólogos do ano passado. Esta subida é explicada pelo aumento da procura interna e externa, ou seja, das exportações.

A economia portuguesa cresceu 1,4% em termos homólogos no primeiro trimestre, uma aceleração face ao crescimento de 0,6% que tinha sido registado no último trimestre do ano passado. Em comparação com o trimestre anterior, o Produto Interno Bruto (PIB) aumentou 0,4%, reflectindo um aumento da procura interna.

De acordo com o INE, “a aceleração em termos homólogos do PIB esteve associada ao aumento do contributo da procura externa líquida, em resultado do abrandamento das Importações de Bens e Serviços e da aceleração das Exportações de Bens e Serviços”. O Instituto Nacional de Estatística refere ainda que o resultado “traduziu o contributo positivo da procura interna”, que está a crescer.

Crescimento PIB Publico

(Gráfico: Publico)

Este parece ser um momento em que o ritmo de crescimento da economia estabilizou em valores positivos. As projeções indicam que a taxa de crescimento dos próximos trimestres deve manter-se em valores superiores a 1%. A previsão do Governo para o total do ano é de um crescimento de 1,6%, um valor que com esta tendência pode vir a concretizar-se. Note-se que tanto o Presidente da República como a Comissão Europeia não partilham do mesmo otimismo do Governo de Passos Coelho.

A retoma já é notado desde o final de 2013, estando agora a economia portuguesa a beneficiar da depreciação do euro, da descida do preço do petróleo e dos estímulos lançados pelo Banco Central Europeu (BCE). Neste primeiro trimestre de 2015, também a zona euro arrecadou boas notícias: 0,4% de subida.

Descomplicador:

A economia portuguesa apresentou no primeiro trimestre deste ano sinais positivos de acordo com o INE. O aumento de 1,4 pontos percentuais do PIB reflete também uma crescente procura interna e externa. A subida do Produto Interno Bruto registada no ano passado situava-se apenas nos 0,6 pontos percentuais.

xmlxpo@grandmamail.com'
Publicado por: Tiago Varzim

Nasceu na Póvoa de Varzim mas fez toda a sua vida em Barcelos. Agora é em Lisboa que dá os primeiros passos no jornalismo. Estudante de Jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social. Colabora com vários sites, entre eles o Panorama.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *