A Assembleia da República está a contratar

Assembleia da Republica ParlamentoA Assembleia da República está a contratar pessoal para diversas funções. O Parlamento português abriu uma série de procedimentos de concurso, mas os licenciados pré-bolonha apenas são elegíveis com mestrado. São dez as áreas para as quais o Parlamento está a necessitar de recrutar pessoal.

Desde a engenharia ambiental e civil, passando pela área das relações públicas, internacionais, ou pelo arquivo e redacção até ao direito e finanças ou economia, são diversas as áreas para as quais a Assembleia da República está a recrutar pessoal, em dez “procedimentos concursais”, aos quais podem concorrer qualquer um desde que cumpridas as exigências mínimas.

Uma dessas exigências que está a gerar mais polémica é o facto do Parlamento exigir uma licenciatura com mestrado integrado, caso seja um curso pós-bolonha. Ao Jornal de Negócios, o gabinete do Secretário Geral do Parlamento disse que “a função de assessor parlamentar é de extrema exigência”.

Para poderem candidatar-se aos lugares, os interessados devem preencher um formulário online ou enviar por carta para São Bento, até ao dia 5 de Junho. Os candidatos serão depois submetidos a uma prova que irá ordená-los para efeito de selecção dos melhores candidatos para as respectivas funções.

Este tipo de concursos são levados a cabo pela administração da Assembleia da República e são completamente independentes dos grupos parlamentares e/ou dos deputados em funções nesta legislatura.

Descomplicador:

A Assembleia da República está a contratar assessores parlamentares em dez distintas áreas. Os licenciados pós-bolonha têm de ter mestrado integrado caso queiram ser elegíveis para as funções. Do Direito à Engenharia, passando pelas relações públicas, são diversas as vagas disponíveis.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Existem 2 comentários a este artigo
  1. sgomes4000@gmail.com'
    Ferreira at 21:36

    Não passa de uma vigarice esses concursos , já sabem quem vão contratar aconselho a não gastarem dinheiro em 1000 e uma viagens num método de selecção tão complexo e dispendioso para cada individuo, aladroagem do PSD CDS continua…

  2. josef8561@gmail.com'
    Oliveira at 17:50

    Estes partidos do Arco da Governação são o cancro que vêm matando os portugueses e quanto mais corda se der a eles mais eles gostam proponho que nenhum português vote no PSD CDS ou PS em sinal de protesto nas próximas eleições , porque senão merecem mesmo a miséria que eles vos têm dado …eles dão miséria porque são incompetentes e todo mundo sabe a incompetência não têm limites quando alguém a têm … se quiserem que concursos destes falsos continue a existir é continuar a votar neles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *