LIVRE simula entrada no parlamento em Dia de Portugal

“Ninguém da hierarquia na primeira fila, tem de ser uma misturada!” A frase é de Daniel Oliveira, dirigente do movimento, e pode sintetizar a filosofia que o LIVRE tem vindo a querer transmitir. O contexto? O evento em que hoje, Dia de Portugal, o LIVRE/Tempo de Avançar reuniu 160 de um total de 385 candidatos validados às primárias do partido, à entrada da Assembleia da República.

tavaresoliveira

O objetivo foi simular a entrada no edifício, de papoila ao peito, para tirar uma “fotografia de família” em que Daniel Oliveira ordenou que os dirigentes não se destacassem. No mesmo sentido, o dirigente lembrou que “as pessoas não concorrem umas contra as outras, concorrem para ajudar a construir o movimento. Isto é uma equipa, que concorre como equipa”. O comentador e jornalista político acrescentou ainda que espera que “uma parte das pessoas” que hoje se encontrava na escadaria pudesse vir a estar dentro da Assembleia da República “eleita pelos portugueses”.

Rui Tavares, fundador do Partido Livre, esteve presente nesta iniciativa e garantiu que a intenção da candidatura será a de colocar a fasquia “mais alto” do que nas eleições europeias de 2014. O ex-eurodeputado disse ainda que o objectivo passa por “ter um grupo parlamentar e que ele seja o mais determinante possível na política nacional”.

O historiador, cabeça de lista de uma das listas par o círculo de Lisboa, mostrou confiança no futuro ao afirmar que “no dia das eleições, esta candidatura cidadã transforma-se em legislatura cidadã”.

As eleições primárias do LIVRE/Tempo de Avançar vão decorrer nos dias 21 e 22 de Junho e o prazo final de inscrição termina este domingo, dia 14 de Junho.

Descomplicador:

O LIVRE/Tempo de Avançar protagonizou hoje uma iniciativa diferente: 160 dos candidatos às eleições primárias do partido juntaram-se em frente ao parlamento para tirar uma fotografia “de família”.

Publicado por: Mariana Lima Cunha

21 anos, natural de Oeiras. Licenciada em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social e pós-graduada em Comunicação e Marketing Político pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas. Jornalista online do Expresso

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *