Depois de Fernando Nobre em 2011, coligação procura independentes para 2015

Fernando NobreFernando Nobre, ex-candidato presidencial, foi o cabeça-de-lista do Partido Social Democrata pelo circulo de Lisboa em 2011. Foi anunciado como um dos grandes trunfos eleitorais de Pedro Passos Coelho não fosse o balde de água fria quando chegou à Assembleia da República. Em 2015, PSD e CDS voltam a procurar nomes desligados dos partidos para integrarem a coligação Portugal à Frente.

Na reunião da Comissão Politica da coligação, que decorreu ontem, Passos Coelho e Paulo Portas anunciaram alguns nomes de independentes que se juntaram ao Portugal à Frente, nome da coligação que foi já alvo de piadas na internet. Da lista de seis nomes independentes, nem todos o foram toda a vida. Dois deles estiveram ligados ao PSD e ao CDS e agora parecem regressar “a casa”.

Sendo assim, os nomes anunciados na reunião de Quinta-Feira são: Ana Costa Freitas, reitora da Universidade de Évora; Carlos Gomes Nogueira, administrador da Europartners, uma empresa de gestão empresarial; Patricia Salvação Barreto, do conselho de administração da Fundação Berardo e Rita Valadas, da acção social da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

Antigamente ligados aos partidos da coligação e que agora regressam “a casa” estão Nuno Botelho, presidente da Associação Comercial do Porto, que se afastou do PSD para dirigir a campanha de Rui Moreira no Porto e Gonçalo Lobo Xavier, vice-presidente do Conselho Económico e Social Europeu, irmão de António Lobo Xavier e militante do CDS.

Descomplicador:

Portugal à Frente é o nome da coligação que juntou PSD e CDS. A Comissão Politica da coligação reuniu-se ontem e avançou o nome de seis independentes que se juntaram a este movimento. Depois de Fernando Nobre em 2011 fica agora a conhecer estes seis.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *