Balsemão apoia Rui Rio para Belém. Marcelo é contra

BalsemãoFrancisco Pinto Balsemão esteve na Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas para a apresentação de uma das biografias de Rui Rio. O militante nº1 do Partido Social Democrata desafiou o ex-presidente da Câmara do Porto a apresentar-se à corrida a Belém, dando-lhe o seu apoio. Entretanto Marcelo Rebelo de Sousa voltou novamente a falar nos timmings e a dizer que o actual não é o correcto.

“De todos os hipotéticos candidatos de que se fala, a eventual candidatura de Rui Rio é a que me mais entusiasma e a que mais confiança me merece”, disse Balsemão, fundador da SIC e do Expresso e actual militante nº1 do PSD. Balsemão é um defensor de um pacto alargado de regime, situação em que critica Cavaco Silva por ter falhado. Na opinião do também ex-Primeiro Ministro, o tal pacto de regime seria a melhor forma de avançar com uma revisão constitucional.

Francisco Pinto Balsemão esteve na apresentação do livro “Rui Rio – Raízes de Aço” do psicólogo Carlos Mota Cardoso, num ano em que esteve mais envolvido com a vida interna do PSD por ter liderado as comemorações do 40º aniversário do partido.

Balsemão acrescentou ainda sobre Rui Rio que “é leal, corajoso, fiel à matriz social-democrata, tem provas dadas na sua vida académica e profissional, é capaz de pensar o país e a Europa em profundidade”, fazendo saber que não apoia Marcelo Rebelo de Sousa, ao que revela o jornal Expresso.

Marcelo discorda da “apresentação imediata da candidatura”

Entretanto Marcelo Rebelo de Sousa, à margem da apresentação de um livro no Instituto Politécnico de Leiria disse discordar “não do nome do candidato, mas sim da apresentação imediata da candidatura”, criticando assim as declarações de Balsemão.

Marcelo Rebelo de Sousa diz que “para Balsemão, é bom para a coligação e é bom para o candidato haver uma apresentação imediata e haver uma corrida em simultâneo para as legislativas e para as presidenciais. Eu entendo exactamente o oposto. Entendo que é mau para a coligação e é mau para o candidato”, acrescentando no entanto que a sua opinião é só mais uma e que os factos tratarão de dar as respostas.

O comentador da TVI acrescentou ainda, no que toca a candidaturas presidenciais que “o mais importante é a escolha de fundo que os candidatos a candidatos que existirem e a coligação devem fazer, que é a escolha entre esperar pelas legislativas, e depois tratar das presidenciais, ou avançar já com as presidenciais, antes das legislativas. Eu acho que essa é a grande escolha dos próximos dois meses”.

Descomplicador:

Francisco Pinto Balsemão incentivou Rui Rio a avançar para Belém e deu-lhe o seu apoio. No entanto, Marcelo Rebelo de Sousa continua a acreditar que este não é o melhor timming para apresentar uma candidatura presidencial.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *