Euclid Tsakalotos: as mesmas ideias com mais moderação

Aristocrata, moderado, conciliador, menos pró-europeu que Varoufakis e o cérebro da política económica do Syriza. Estes são algumas das características que têm sido apontadas a Euclid Tsakalotos, o novo Ministro das Finanças grego. Se é certo que se trata de uma pessoa menos controversa do que o seu antecessor, também é certo que o Syriza não deve sair prejudicado com esta troca. O novo ministro é conhecido por ser firme nas suas convicções – que são as do Syriza e, no fundo, as de Alexis Tsipras e as de Yanis Varoufakis – embora apresente um estilo mais aristocrático que o do anterior ministro.

Se, por um lado, as ideias são as mesmas, por outro, a diferença no estilo agrada mais aos credores. Tsakalotos já tinha assumido a responsabilidade de se sentar à mesa das negociações devido à sua postura mais “conciliadora”, em detrimento de Varoufakis.  O novo ministro das finanças é, por isso, um nome conhecido de ambas as partes.

tsakalotos2Tsakalotos nasceu em Roterdão em 1960. Estudou economia, política e filosofia nas universidades de Oxford e Sussex. Em 1989 doutorou-se em Economia pela Universidade de Oxford e dedicou-se à vida académica, desempenhando a função de professor na universidade de Kent e, mais tarde, em Atenas. Membro do Syriza há quase uma década, foi eleito deputado em 2012 e em 2015 foi chamado para o governo. Muitos apontavam o seu nme para ser o responsável pela pasta das finanças mas acabou por ser destacado para o ministério dos negócios estrangeiros, abrindo espaço para que Yanis Varoufakis, que não fazia parte dos quadros do partido, assumisse assim o ministério das finanças.

O economista, de 55 anos, é ainda descrito como sendo o “cérebro” da parte económica do plano do governo do Syriza. Havia mesmo quem o descrevesse como o “ministro das finanças sombra”. Alexis Tsipras nomeou Tsakalotos depois de já o ter indicado para liderar as negociações . O novo ministro era também o favorito de Yanis Varoufakis para a sua sucessão.

Euclid Tsakalotos é ainda autor de vários livros. No último livro publicado, o economista defende que a crise europeia acentuou as desigualdades sociais. Aliás, uma das frases mais célebres do agora ministro das finanças helénico prende-se com esta temática: “não estamos a pedir um tratamento especial, estamos a pedir um tratamento igual numa Europa de iguais”.

Descomplicador:

Euclid Tsakalotos é o novo Minsitro das Finanças da Grécia. O economista de 55 anos foi professor nas universidades de Kent e Atenas. Desde 2012 é deputado pelos Syriza e desde o início do ano fazia parte do ministério dos negócios estrangeiros. Depois de Yanis Varoufakis se ter demitido, Tsakalotos assume a pasta das finanças do governo de Tsipras.

Publicado por: José Pedro Mozos

22 anos, natural de Lisboa. Aos dezasseis anos percebeu que a sua vocação era o jornalismo. Licenciado em jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Socia e pós graduado em Jornalismo Multiplataforma pela FCSH - Universidade Nova de Lisboa. Foi comentador num programa da rádio da sua faculdade sobre actualidade política; editor de música da ESCS Magazine e escreveu para o site Bola na Rede. Acredita no jornalismo como sendo um dos pilares de qualquer democracia. Atualmente, é jornalista na SIC Notícias.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *