De França e dos Estados Unidos pede-se ajuda à Grécia

Manuel VallsO Secretário de Estado do Tesouro dos Estados Unidos da América, Jack Lew e o Primeiro Ministro francês, Manuel Valls, foram as últimas duas personalidades a rejeitar a queda da Grécia, pedindo ajuda ao país liderado por Alex Tsipras.

Jack Lew diz que a “queda da Grécia constituiu um erro geopolitico”, referindo que “há muitas incógnitas se este processo evoluir para uma situação de um colapso completo da Grécia”, e mostrando preocupação com o facto de ser “um risco desconhecido para a economia europeia e global”.

Com esta indecisão os Estados Unidos da América têm estado a acompanhar também com preocupação a queda da bolsa chinesa, para além de Donald Tusk, líder do Eurogrupo ter dito que é preocupante o facto de a queda da Grécia provocar já este mês um grande default.

Já Manuel Valls, Primeiro Ministro francês disse na Assembleia Nacional que “a França recusa a saída da Grécia do Euro”, traçando um cenário negro no caso de saída do país liderado por Alex Tsipras da Zona Euro. Valls afirmou ainda que para além dos problemas económicos, a saída da Grécia iria agravar ainda mais a situação da imigração no mediterrâneo, para além de desestabilizar toda a zona dos Balcãs.

Manuel Valls considera que “as consequências de uma saída da Grécia seriam terríveis, porque ela nunca se faria com calma e sem dramas” acrescentando que é necessário “compreender as mensagens de um povo que sofreu uma austeridade sem precedentes; os gregos não disseram não ao euro, sabem as consequências que isso teria”.

Descomplicador:

Jack Lew, Secretário de Estado do Tesouro dos Estados Unidos da América e Manuel Valls, Primeiro-Ministro francês manifestaram-se contra a queda da Grécia, revelando preocupações não só económicas mas também geopolíticas na Europa e no mundo.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *