Armando Vara em prisão domiciliária

Armando VaraCorrupção passiva, fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais, são estes os crimes de que é acusado José Sócrates e agora também Armando Vara, o ex-Ministro do Partido Socialista que foi detido na Quinta-Feira no âmbito da Operação Marquês e que agora vai ficar detido em prisão domiciliária com pulseira electrónica.

Armando Vara foi investigado e detido no âmbito do processo do empreendimento de Vale do Lobo e por ligações no âmbito desse caso com o esquema de José Sócrates. Entretanto o advogado de Sócrates, João Araújo já veio a público dizer que “ao fim destes sete meses, inventaram finalmente um facto e é logo esta coisa rota que é o Plano Regional de Ordenamento do Território do Algarve (PROTAL)“.

João Araújo rejeita assim qualquer ligação entre ambos os casos classificando esta ideia de “parvoíce, nem sequer é falsidade, é mesmo uma parvoíce”, recusando-se no entanto a comentar a ligação de Armando Vara, pedindo aos jornalistas para “se entenderem com os advogados dele”.

Tiago Bastos, o advogado de Armando Vara disse à saída do Tribunal Central de Instrução Criminal que a medida de coacção aplicada a Armando Vara é “uma medida brutal, limitativa da liberdade e penalizadora para Armando Vara e que não tem justificação jurídica”, garantindo que a defesa a “vai atacar”.

Neste momento a Operação Marquês conta com nove arguidos, para além de José Sócrates, o empresário Carlos Santos Silva, o administrador do grupo Lena Joaquim Barroca, o ex-motorista de Sócrates João Perna, o administrador da farmacêutica Octapharma Paulo Lalanda de Castro, a mulher de Carlos Santos Silva, Inês do Rosário, o advogado Gonçalo Trindade Ferreira e o presidente da empresa que gere o empreendimento de Vale do Lobo, Diogo Gaspar Ferreira e agora Armando Vara.

Descomplicador:

Armando Vara, ex-Ministro de António Guterres, foi detido no âmbito da Operação Marquês ficando em prisão domiciliária com pulseira electrónica após ter sido interrogado e enquanto decorrem as investigações lideradas pela equipa do juiz Carlos Alexandre.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *