Alberto João Jardim prepara regresso com “Tomada da Bastilha”

Alberto João JardimAlberto João Jardim ainda não anunciou qual é o seu futuro após a saída de líder do Governo Regional da Madeira. No entanto, caso opte por se candidatar à Presidência da Republica, o polémico madeirense tem já um documento com propostas preparadas. “A Tomada da Bastilha” foi o nome dado ao documento que entre outros defende uma revisão constitucional.

Neste documento a que a SIC Noticias teve acesso, Alberto João Jardim defende que as leis só “serão de fundo caso a constituição seja alterada”, defendendo ainda a realização de um referendo para a alteração da lei fundamental do país. Nesta proposta revelada pela SIC, Alberto João Jardim defende que o Presidente da Republica seja o chefe do Governo, nomeando os Ministros e Secretários de Estado.

A Assembleia da Republica passa para 180 deputados e sem poderes de dissolução do Governo. O Presidente da Republica pode apenas ser eleito para um mandato único, mas com a duração de sete anos, e a candidatura tem de ser subscrita por pelo menos 10 mil cidadãos.

Outra das ideias que consta neste documento intitulado “A Tomada da Bastilha” é a proibição do direito à greve em quatro áreas: a justiça, a defesa nacional e a segurança, a saúde e os transportes. Alberto João Jardim propõe compensar esta proibição com salários e direitos sociais acima da média social.

O ex-Presidente do Governo Regional da Madeira lamenta ainda que “Portugal se tenha tornado num protectorado sem coragem”. As redes sociais parecem ter sido o empurrão inicial para Alberto João Jardim, que no entanto ainda não tomou qualquer decisão quanto ao seu futuro.

Descomplicador:

Alberto João Jardim tem preparado um documento a que chamou “A Tomada da Bastilha” e que é um programa presidencial caso avance para Belém. Entre outras, o ex-Presidente do Governo Regional da Madeira defende a proibição da greve em quatro áreas, incluindo os transportes.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *