“Mercado de transferências” mexido na TVI

TVIO “mercado de transferências” de comentadores na TVI está a gerar alguma polémica este Verão. À cabeça dos acontecimentos está o ex-Ministro de António Guterres e José Sócrates, Augusto Santos Silva. Depois de ter ficado a saber que o seu contrato iria ser rescindido, agora o militante socialista acusa a direcção de informação de “censura” por ter cancelado o seu programa em detrimento da análise da entrevista do Primeiro-Ministro.

É o ultimo capitulo de uma história que tem feito correr tinta. Augusto Santos Silva acusou a direcção liderada por Sérgio Figueiredo de “censura” depois de ter visto o seu programa “Os Porquês da Politica” ser cancelado no próprio dia para dar lugar a um espaço de análise da entrevista que Pedro Passos Coelho deu à SIC nesse mesmo dia.

Augusto Santos Silva reclama pelo facto de ter sido notificado apenas às 16h45 pelo Departamento de Agenda da TVI, dando assim o seu programa lugar à “realização de um debate, com uma análise mais alargada, uma situação comum nos canais de notícias do cabo”.

O contrato de Augusto Santos Silva foi rescindido no inicio do mês de Julho e o programa que protagoniza com o jornalista Paulo Magalhães irá terminar no final do mês, cumpridos os 30 dias de notificação da rescisão. Recentemente Augusto Santos Silva lançou um livro com Paulo Magalhães com base no programa que ambos levaram a cabo.

Entretanto com a saída de Augusto Santos Silva, a TVI anunciou em comunicado a contratação do presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, como comentador residente da estação para “assuntos políticos”, substituindo assim o seu colega de partido.

É de referir ainda que Sérgio Figueiredo, actual director de informação da TVI escreveu um polémico artigo de opinião no Diário de Noticias logo após a detenção de José Sócrates, intitulado “Gosto de Sócrates” e que entre outros referia que  “confesso a angústia, contida, só minha, em segredo até começar a escrever estas linhas, diante da alucinante história que assistimos desde a noite de sexta-feira. Gosto de Sócrates, não o escondo”.

Descomplicador:

Augusto Santos Silva, ex-Ministro de Guterres e Sócrates acusou a direcção de informação da TVI, liderada por Sérgio Figueiredo de “censura”. Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa é o novo comentador para “assuntos políticos” da estação.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *