Coligação define listas de deputados

O Partido Social Democrata e o CDS estão reunidos esta noite para fechar as listas de candidatos a deputados em todos os círculos eleitorais. Os cabeças-de-lista foram dados a conhecer pela coligação mas a lista completa dos nomes só ficou (semi)-fechada esta noite.

Portugal à FrentePSD:

As listas do PSD foram aprovadas por unanimidade em Conselho Nacional, tendo a única reclamação surgido do presidente da distrital de Leiria, Fernando Costa, que disse “ser o único presidente de distrital que não integra as listas”, num circulo encabeçado por Teresa Morais e Assunção Cristas como nº2.

No PSD, o Diário de Noticias diz que Isilda Pegado, activista anti-aborto e Fernando Seara, candidato à Câmara de Lisboa em 2013 foram retirados das listas antes do inicio do Conselho Nacional. Fernando Costa, ex-presidente da Câmara das Caldas da Rainha não será candidato tendo em conta que não integra lugares elegíveis.

Miguel Morgado, assessor politico de Passos Coelho será candidato pelo circulo do Porto e o ex-Ministro da Agricultura, Carlos Costa Neves integrará as listas de Castelo Branco. O Secretário de Estado, Pedro Lomba vai ser candidato pelo circulo eleitoral de Faro.

Marques Guedes e Paula Teixeira da Cruz integram as listas de Lisboa. O presidente da Juventude Social Democrata, Cristóvão Simão Ribeiro será o nº10 no Porto. Fernando Negrão será o nº2 em Braga.

De fora ficou também Pedro Saraiva, deputado responsável pelo relatório do caso BES, eleito por Coimbra.

CDS:

Pelo CDS, o Secretário-Geral do partido, António Carlos Monteiro será o nº2 do partido no circulo de Aveiro, atrás de João Almeida. No entanto uma das grande surpresas da reunião foi o circulo de Santarém onde Paulo Portas não indicou nenhum nome, avançando apenas que será uma mulher independente a preencher pela quota nacional. O presidente da distrital deverá ser o nº2 no distrito pelo CDS.

Teresa Caeiro será candidato no circulo eleitoral de Faro depois de ter sido eleita pelo circulo de Lisboa e a deputada Vera Moutinho continua no Porto, tendo no entanto Michael Seufert sido substituído pela “aposta” de Paulo Portas, Francisco Mendes da Silva, de 35 anos, ficando o ex-líder da JP no 34º lugar.

O porta-voz do partido, Filipe Lobo D’Ávila será candidato por Lisboa em lugar elegível, assim como o responsável pelo Movimento Alternativa e Responsabilidade, de oposição a Paulo Portas, Filipe Anacoreta Correia. Os actuais deputados Altino Bessa e João Gonçalves Pereira, também ficam de fora. Confirmada estava já a saída de Adolfo Mesquita Nunes, actual Secretário de Estado do Turismo.

Hélder Amaral será candidato por Viseu, Cecília Meireles continua no Porto, Nuno Magalhães em Setúbal e Telmo Correia por Braga.

O líder da Juventude Popular, Miguel Pires da Silva será o nº5 por Coimbra.

Descomplicador:

O Panorama está com os olhos e ouvidos nos Conselhos Nacionais do PSD e do CDS. Santarém é a surpresa da noite com o CDS a deixar em aberto o nome que vai apontar para o lugar. Pedro Lomba será candidato por Faro e CDS procura eleger oposição interna.

 

 

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *