Cavaco Silva leva 90 diplomas para assinar na mala de férias

O Presidente da Republica, Aníbal Cavaco Silva leva na mala de viagem para férias cerca de 90 diplomas para analisar durante o seu período de férias que será passado na tradicional Casa da Coelha no Algarve. Este não é o primeiro ano em que o Presidente da Republica fala dos diplomas que “davam para encher um jipe”.

A frase foi dita pela primeira vez em 2009 quando Cavaco Silva teve de ir para além da sua bagagem habitual com um jipe da Guarda Nacional Republicana que transportou 113 diplomas que teve de aprovar durante o período de férias, numa média superior a três diplomas por dia.

Cavaco SilvaEste ano a história quase que se repete com o actual residente em Belém a ter 90 documentos para analisar durante o mês de Agosto. Devido ao fim da legislatura, o Governo e a Assembleia da Republica aprovaram um conjunto de leis que precisam agora da assinatura do Presidente da Republica.

Segundo as contas do Observador, o Governo liderado por Pedro Passos Coelho fez aprovar recentemente 30 a 40 projectos de lei, enquanto a Assembleia da Republica aprovou 60 a 70. Segundo os prazos a cumprir, cerca de 90 terão mesmo de ser levados para a casa de férias de Cavaco Silva para serem assinados durante o mês de Agosto.

O Presidente da Republica tem 40 dias para assinar os diplomas e apenas oito dias para pedir uma revisão constitucional de forma preventiva. Entre os projectos que Cavaco Silva tem em mãos contam-se o sistema de registo criminal dos crimes de pedofilia e o polémico diploma de alteração da lei da Interrupção Voluntária da Gravidez, que integrou a maratona de votações de 22 de Julho.

Descomplicador:

Cavaco Silva terá cerca de 90 diplomas para assinar durante o seu período de férias, passado habitualmente na Casa da Coelha no Algarve. O Presidente da Republica tem sempre mais trabalho durante as férias em períodos pré-eleitorais.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *