Bolsa de Atenas confirmou expectativas. Abriu e fechou em queda

38 dias depois a bolsa de Atenas voltou a abrir. As expectativas era de que este fosse um dia complicado e acabariam mesmo por se confirmar. A abrir as perdas foram de 22,8% e a fechar registaram-se perdas de 16,23%. A bolsa tinha encerrado a 26 de Junho, antes de ter sido anunciado o referendo na Grécia.

Para além dos valores globais de perdas do dia de hoje, duas instituições nacionais perderam ainda o máximo permitido pela bolsa grega para um dia apenas, 30%. O National Bank of Greece e o Piraeus Bank registaram assim no dia de hoje perdas máximas, numa reabertura difícil para os mercados gregos. Com estes valores correm já rumores de que a bolsa pode encerrar novamente em breve.

Os bancos são os principais prejudicados, devido ao levantamento de dezenas de milhares de euros de depósitos ao longo dos últimos meses. Foram cerca de 40 mil milhões de euros ao longo dos últimos meses, que vão obrigar assim as instituições a passarem novamente por testes de stress para determinar a necessidade de recapitalização dos bancos, com recurso aos fundos de assistência europeus disponibilizados neste terceiro resgate ao país.

A bolsa de Atenas tinha encerrado no dia 26 de Junho nos 797 pontos, poucas horas antes de Alex Tsipras ter anunciado a realização de um referendo. No dia 29 de Junho o Governo implementou um sistema de controlo de capitais, ordenando o encerramento dos bancos mas também da bolsa.

Os bancos reabriram no dia 20 de Julho, mas continua a existir um limite semanal de 240 euros, para além de que as transferências internacionais continuam sujeitos a controlo. A bolsa da Grécia abriu assim hoje a fechar com perdas na ordem dos 16%.

Descomplicador:

A bolsa da Grécia abriu hoje depois de ter encerrado a 26 de Junho. 38 dias depois as expectativas eram de um dia complicado e as perdas registaram 23% na abertura e 16% no fecho, com dois bancos a perderem o máximo permitido na bolsa para um dia: 30%.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *