Pequenos accionistas do BES pedem arresto de bens de Carlos Costa

Banco Espirito SantoÉ a mais recente movimentação por parte do grupo de pequenos accionistas do Banco Espirito Santo. Os advogados receberam instruções para avançar com o pedido de arresto de bens aos elementos do Conselho de Administração do Banco de Portugal, liderado pelo Governador Carlos Costa.

O grupo que reune mais de cem pequenos accionistas vai também pedir o arresto do crédito fiscal do BES que foi transferido para o Novo Banco há um ano atrás quando Carlos Costa ditou o fim do Banco Espirito Santo, transferindo os activos para o Novo Banco.

O grupo que se intitula de Consórcio para a Defesa dos Investidores do BES vai avançar com uma providência cautelar por forma a pedir o arresto dos bens dos membros do Conselho de Administração do Banco de Portugal, segundo revela o advogado do grupo, Miguel Reis, afirmando mesmo ter recebido já instruções para dar inicio a esse processo depois de uma reunião do grupo.

O mesmo vai ser feito mas para os bens afectos ao Banco Espirito Santo, que também serão alvo de um pedido de arresto. A ideia do grupo de pequenos accionistas é assim responsabilizar os elementos do Banco de Portugal que colocaram em marcha o fundo de resolução, transferindo assim os activos para o Novo Banco e deixando no BES os activos tóxicos, entre eles o polémico papel comercial.

Para além da medida tomada pelo Consórcio para a Defesa dos Investidores do BES, o grupo de lesados do papel comercial pediu junto do Tribunal Administrativo de Lisboa que aos interessados na compra do Novo Banco seja obrigatoriamente comunicado que poderão ter que assumir uma divida de 520 milhões de euros.

Descomplicador:

O grupo de pequenos accionistas do BES vai colocar uma providência cautelar para arrestar os bens dos elementos da administração do Banco de Portugal, liderado por Carlos Costa. O grupo de compradores do papel comercial também está nos tribunais para ver a sua dívida reconhecida.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *