Dilma Roussef bate record de reprovação no Brasil

A presidente do Brasil, Dilma Roussef registou numa recente sondagem 71% de taxa de reprovação, a mais alta taxa que se regista desde que ocupa o cargo de presidente e um número que supera os de Fernando Collor, poucos dias antes do seu afastamento do cargo. O mês historicamente complicado no Brasil pode fazer de Dilma mais uma “vítima”.

Dilma RoussefA sondagem foi realizada pelo Datafolha e aponta para os 71% de taxa de reprovação, um número que supera os de Fernando Collor, presidente que foi afastamento devido a esquemas de corrupção, tornando-se no primeiro presidente do Brasil a ser afastado sem golpes militares ou civis em 1992. Collor registou pouco antes do seu “impeachment”, 68% de taxa de reprovação.

No final de Junho, Dilma registava 65% segundo o jornal Folha de São Paulo, valor que tem estado em crescendo segundo os dados agora divulgados pela Datafolha. Para além dos valores de reprovação, também os que consideram a presidência de Dilma Roussef boa ou óptima desceram de 10 para 8%.

Para além disso, 66% dos brasileiros inquiridos consideram que devia ser aberto um processo de “impeachment” para retirar Dilma Roussef do cargo de presidente do Brasil, com 38% a acreditarem que a saída de Dilma Roussef do cargo será mesmo o desfecho final de todo este processo.

Dilma Roussef tem estado a ser afectada pelo escândalo Lava Jato, que envolve pessoas próximas de Lula da Silva, antecessor de Dilma. Para além disso diversos dirigentes do Partido dos Trabalhadores estão também envolvidos neste caso protagonizado pela gigante petrolífera Petrobrás.

Descomplicador:

Dilma Roussef enfrenta uma taxa de reprovação de 71% a mais alta desde que ocupa o cargo de presidente e um valor que já superou o de Fernando Collor dias antes do seu “impeachment” do cargo. O caso Lava Jato pode fazer assim mais “vítimas”.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *