Portugal à Frente recusa debate a seis e envia Portas para debater com o PCP

A coligação Portugal à Frente difundiu esta tarde um comunicado com a sua tomada de posição acerca dos debates que estão agendados para a pré-campanha e campanha eleitoral das legislativas de 4 de Outubro. Sem a presença do CDS, o PSD recusa assim integrar o debate entre os seis líderes dos partidos com assento parlamentar e vai mesmo ser o líder do CDS a representar a coligação nos debates com o PCP.

Debate Passos Coelho SócratesO PSD defende que o CDS deve estar representado no debate a seis, tendo sido posteriomente convidado o Partido Ecologista Os Verdes para estar presente nas reuniões, recusando a participação no debate entre todos sem a presença de Paulo Portas. Assim, o líder do CDS representará a coligação no frente-a-frente com o PCP, representado por Jerónimo de Sousa, ficando Passos Coelho responsável pelo debate com o Bloco de Esquerda.

Com António Costa o debate será realizado a 9 e a 17 de Setembro, para as televisões e para as rádios, sendo a coligação Portugal à Frente representada por Pedro Passos Coelho. Com este comunicado cai assim por terra a realização do debate entre todos os representantes dos partidos com assento parlamentar.

No comunicado da coligação é ainda dito que foi respeitada “em todas as reuniões o respeito pelo pluralismo e pela igualdade de participação de todos os partidos com assento parlamentar em tais debates, o que originou que, após a primeira reunião, passasse a ser convidado para as seguintes o PEV”.

A coligação liderada por Passos Coelho e Paulo Portas coloca assim as culpas na “intransigência do PS e do PCP”, agradecendo “todos os esforços no sentido de garantir o consenso e o mais pleno pluralismo” por parte dos directores dos órgãos de comunicação social.

Descomplicador:

PSD e CDS recusam participar no debate a seis sem a presença de Paulo Portas, ficando assim os frente-a-frente agendados com Portas frente ao PCP e Passos frente ao Bloco e ao Partido Socialista, este último em duas vezes, para as rádios e para as televisões.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *