Radicais do Syriza apresentam candidatura independente

SyrizaA ala mais radical do Syriza, a coligação que compõem o Governo liderado por Alex Tsipras, vai apresentar-se às eleições de 20 de Setembro de forma independente. Este conjunto de gregos propõem o regresso ao Dracma, entre outras medidas mais radicais com as quais Alex Tsipras não concorda, tendo perdido assim a maioria do seu apoio parlamentar.

O novo partido vai chamar-se Unidade Popular e parte da Plataforma de Esquerda do Syriza, o que representa menos de 30% dos membros que compõem a coligação de esquerda que conduziu Tsipras ao poder. Para já a plataforma vai formar já o seu grupo parlamentar de forma independente, que é composto por 25 elementos, apresentando-se posteriormente às eleições marcadas para 20 de Setembro.

Em comunicado, a recém-formada Unidade Popular diz que “a Plataforma de Esquerda vai contribuir para a formação de uma frente ampla, progressista, democrática e antimemorando, que participará nas eleições para impor o cancelamento dos memorandos” que foram recentemente assinados com os credores europeus e outros parceiros internacionais.

Esta corrente do Syriza defende a saída do Euro e o regresso ao Dracma, para além de defender o cancelamento de todos os acordos conseguidos já por Alex Tsipras após a aprovação do terceiro resgate à Grécia. Este movimento representa 30% do actual Syriza.

As eleições convocadas por Alex Tsipras são também um “referendo” às negociações levadas a cabo pelo seu Governo, anunciado o actual Primeiro-Ministro que “o meu mandato de 25 de Janeiro expirou, acrescentando que este é o momento do “povo se pronunciar” para decidir se “negociámos bem ou não”.

Descomplicador:

A ala mais radical do Syriza, a Plataforma de Esquerda, vai apresentar-se de forma independente às eleições de 20 de Setembro na Grécia. O grupo que representa 30% do actual Syriza vai candidatar-se sob o nome de Unidade Popular e entre outros defende o regresso ao Dracma.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *