Santana Lopes fora da corrida à Presidência da República

O actual Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e ex-Primeiro-Ministro, Pedro Santana Lopes anunciou hoje em comunicado à Agência Lusa que está fora da corrida à Presidência da República, acreditando que Marcelo Rebelo de Sousa vai avançar e mantendo assim a sua actividade na Santa Casa de Lisboa.

Santana LopesO ex-Primeiro-Ministro disse que tomou a decisão de não concorrer a Belém, “considerando os meus deveres enquanto Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e, também, as minhas responsabilidades profissionais”, justificando ainda que deixar a decisão para depois de 4 de Outubro “não iria permitir dissipar as dúvidas acerca da questão”.

Pedro Santana Lopes acredita que Marcelo Rebelo de Sousa vai avançar na corrida à Presidência da República, sendo o candidato mais indicado para unir o eleitorado ao centro e à direita, ainda que não seja o preferido da direcção nacional do Partido Social Democrata.

Segundo o Observador Santana Lopes ligou a um conjunto de dirigentes do PSD mais próximos antes de lançar o comunicado que a Agência Lusa difundiu. Segundo esses mesmos dirigentes a decisão foi vista como “favorável” para permitir às eleições legislativas ganhar espaço.

Santana Lopes pediu ainda para não ser incluído em futuros estudos de opinião, desejando felicidades aos candidatos à Presidência da Republica, “em especial aos da área politica a que pertenço”.

O jornal i avança ainda que “com Marcelo, Rio corre um risco imenso de se candidatar e não passar à segunda volta, o que seria humilhante”, sendo assim o ex-Presidente da Câmara do Porto aconselhado a esperar pelas legislativas e ocupar hipotéticamente o lugar de Passos Coelho.

Descomplicador:

Santana Lopes anunciou hoje a sua saída da corrida à Presidência da República, continuando no leme da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa. O ex-Primeiro-Ministro considera que Marcelo vai avançar e deseja felicidades aos candidatos da sua área politica, pedindo para não ser incluído em futuros estudos de opinião.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Há 1 comentário neste artigo
  1. Pingback: Depois da desistência de Santana, Marcelo vai procurar apoio na Madeira - Panorama

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *