3456 candidatos lutam por uma vaga entre os 230 lugares de deputados

São 3456 os candidatos às eleições legislativas que se vão disputar a 4 de Outubro em Portugal, apresentadas que estão todas as listas em tribunal e que agora carecem apenas de pequenas modificações para estarem totalmente dentro dos requisitos legais.

Assembleia da Republica ParlamentoNa tabela divulgada pela Comissão Nacional de Eleições existem 21 partidos e/ou coligações, sendo que alguns, como por exemplo o CDS com o Partido Popular Monárquico apenas se apresentam a sufrágio nos Açores.

Estes números dizem respeito apenas aos candidatos efectivos, não estando assim contabilizados os cinco suplentes que cada candidatura pode apresentar por circulo eleitoral. Com estes dados Portalegre é assim o distrito com menos candidatos, 28, devido a apresentar apenas dois efectivos por cada lista. Lisboa está no pólo oposto, com 705 candidatos.

O Juntos pelo Povo, o Portugal Pró Vida, o Partido Democrático do Atlântico, e o Partido Unido dos Reformados e Pensionistas, não apresentam listas a todos os círculos eleitorais. O Partido Democrático do Atlântico concorre exclusivamente nos Açores.

As listas foram entregues nos tribunais dos respectivos distritos até ao dia 24 de Agosto, tendo sido revistas pelos juízes que agora apontaram as alterações que as candidaturas têm de realizar para cumprir todos os pressupostos legais.

Por norma as alterações mais frequentes prendem-se com detalhes como a residência do candidato ou a sua principal ocupação profissional, mas podem ir até à revisão da lista devido ao incumprimento da Lei da Paridade, que obriga a que 30% dos candidatos sejam do sexo feminino.

Descomplicador:

Existem para as eleições legislativas de 2014, 3456 candidatos que concorrem assim aos 230 lugares de deputados existentes na Assembleia da República. As candidaturas estão agora a corrigir detalhes apontados pelos tribunais.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *