Miguel Macedo interrogado no caso dos Vistos Gold

O anterior ministro da Administração Interna está a ser ouvido pelo DCIAP no âmbito do caso dos Vistos Gold. A confirmação foi feita pela Procuradoria-Geral da República (PGR) ao início da tarde. Miguel Macedo, segundo adiantou a PGR, será ouvido ainda hoje.
Miguel MacedoO deputado social-democrata é suspeito de crimes de prevaricação de titular de cargo político e de tráfico de influências. A “Operação Labirinto” começou a investigar o ex-governante a partir de julho deste ano, depois de a Comissão Parlamentar de Ética ter levantado a imunidade parlamentar que Miguel Macedo ainda possuia. Apesar de este acto ter sido meramente formal, já que sempre que o crime imputado a um deputado envolva uma moldura penal superior a três anos de prisão o Parlamento vê-se obrigado a retirar a imunidade, era uma questão crucial para que a investigação pudesse avançar.
Neste processo estão envolvidos mais onze nomes para além do de Miguel Macedo e alguns suspeitos já estão inclusive detidos. Nas últimas semanas foram avançadas informações que dão conta de que na base das suspeitas sobre o ex-ministro estrão escutas telefónicas em que o nome de código de Miguel Macedo – “cavalo branco” – é várias vezes referido.
Recorde-se que foi a “Operação Labirinto” que esteve na origem da demissão de Miguel Macedo em Novembro de 2014, passando a pasta para a actual Ministra da Administração Interna, Anabela Rodrigues.

Descomplicador:

Miguel Macedo está a ser ouvido pelo DCIAP no âmbito do caso dos Vistos Gold. Há meses que o ex-ministro é investigado e é suspeito de ter cometido três crimes de prevaricação e um de tráfico de influências.
Publicado por: José Pedro Mozos

23 anos, natural de Lisboa. Aos dezasseis anos percebeu que a sua vocação era o jornalismo. Licenciado em jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social e pós graduado em Jornalismo Multiplataforma pela FCSH – Universidade Nova de Lisboa. Entre março de 2016 e junho de 2017 passou pela SIC Notícias. Faz parte da editoria de política da Revista VISÃO desde julho de 2017. Acredita no jornalismo como sendo um dos pilares de qualquer democracia. Atualmente, faz parte do Conselho Editorial do Panorama.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *