Donald Trump admite receber refugiados nos EUA

O polémico Donald Trump continua a dar que falar. O candidato à primárias republicanas assumiu que receber os refugiados provenientes da Síria é algo que não lhe agrada: “detesto a ideia”, mas admitiu que “numa base humanitária” acolher os refugiados é aquilo que deve ser feito.

Donald TrumpPara Trump, o problema não vem de agora. No entender do candidato esta situação devia ter sido revertida na sua origem e atribui culpas ao actual Presidente dos Estados Unidos da América no desempenho do seu papel. Aos olhos de Trump, o ultimato feito por Obama ao Presidente da Síria para que o uso de armas químicas cessasse foi insuficiente, dado que Assad ignorou o aviso do presidente americano e não houve qualquer tipo de sanção que punisse a desobediência.

Numa entrevista à Fox News, as declarações polémicas de Trump não ficaram por aqui. É que o candidato afirmou que neste momento Bashar al-Assad não constitui um problema porque se encontra a combater a ameaça do estado Islâmico e ironizou: “porque não os deixamos lutar e depois eliminamos o que sobrar?”.

As declarações sobre os refugiados surgem depois de Donald Trump já ter referido inúmeras vezes a vontade de fechar a fronteira com o México através da construção de um muro, argumento que não caiu nada bem na comunidade latina que reside nos EUA.

É por isso surpreendente a posição do candidato e alimenta dúvida sobre que tipo de políticas irá implementar caso chegue a Presidente. Recorde-se que o bilionário norte-americano já teceu comentários racistas e xenófobos mas também defendeu o aumento de impostos sobre os mais ricos e um sistema de saúde universal (que está a começar a ser implementado nos Estados Unidos através do programa Obamacare), o que não permite classificar claramente a sua estratégia. Reflexo disso mesmo foi o improvável elogio recebido pelo Prémio Nobel da Economia Paul Krugman, que alegou que Trump “está certo sobre economia” apesar de o considerar um “tagarela”.

Descomplicador:

Donald Trump admitiu vir a receber refugiados sírios caso chegue à presidência norte-americana. Depois de revelar que pretende fechar a fronteira com o México e de tecer comentários xenófobos para com a comunidade mexicana, Trump voltou a surpreender ao admitir que receber refugiados “é aquilo que tem de se fazer”.

Publicado por: José Pedro Mozos

23 anos, natural de Lisboa. Aos dezasseis anos percebeu que a sua vocação era o jornalismo. Licenciado em jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social e pós graduado em Jornalismo Multiplataforma pela FCSH - Universidade Nova de Lisboa. Entre março de 2016 e junho de 2017 passou pela SIC Notícias. Faz parte da editoria de política da Revista VISÃO desde julho de 2017. Acredita no jornalismo como sendo um dos pilares de qualquer democracia. Atualmente, faz parte do Conselho Editorial do Panorama.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *