Donald Trump admite receber refugiados nos EUA

O polémico Donald Trump continua a dar que falar. O candidato à primárias republicanas assumiu que receber os refugiados provenientes da Síria é algo que não lhe agrada: “detesto a ideia”, mas admitiu que “numa base humanitária” acolher os refugiados é aquilo que deve ser feito.

Donald TrumpPara Trump, o problema não vem de agora. No entender do candidato esta situação devia ter sido revertida na sua origem e atribui culpas ao actual Presidente dos Estados Unidos da América no desempenho do seu papel. Aos olhos de Trump, o ultimato feito por Obama ao Presidente da Síria para que o uso de armas químicas cessasse foi insuficiente, dado que Assad ignorou o aviso do presidente americano e não houve qualquer tipo de sanção que punisse a desobediência.

Numa entrevista à Fox News, as declarações polémicas de Trump não ficaram por aqui. É que o candidato afirmou que neste momento Bashar al-Assad não constitui um problema porque se encontra a combater a ameaça do estado Islâmico e ironizou: “porque não os deixamos lutar e depois eliminamos o que sobrar?”.

As declarações sobre os refugiados surgem depois de Donald Trump já ter referido inúmeras vezes a vontade de fechar a fronteira com o México através da construção de um muro, argumento que não caiu nada bem na comunidade latina que reside nos EUA.

É por isso surpreendente a posição do candidato e alimenta dúvida sobre que tipo de políticas irá implementar caso chegue a Presidente. Recorde-se que o bilionário norte-americano já teceu comentários racistas e xenófobos mas também defendeu o aumento de impostos sobre os mais ricos e um sistema de saúde universal (que está a começar a ser implementado nos Estados Unidos através do programa Obamacare), o que não permite classificar claramente a sua estratégia. Reflexo disso mesmo foi o improvável elogio recebido pelo Prémio Nobel da Economia Paul Krugman, que alegou que Trump “está certo sobre economia” apesar de o considerar um “tagarela”.

Descomplicador:

Donald Trump admitiu vir a receber refugiados sírios caso chegue à presidência norte-americana. Depois de revelar que pretende fechar a fronteira com o México e de tecer comentários xenófobos para com a comunidade mexicana, Trump voltou a surpreender ao admitir que receber refugiados “é aquilo que tem de se fazer”.

Publicado por: José Pedro Mozos

22 anos, natural de Lisboa. Aos dezasseis anos percebeu que a sua vocação era o jornalismo. Licenciado em jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Socia e pós graduado em Jornalismo Multiplataforma pela FCSH - Universidade Nova de Lisboa. Foi comentador num programa da rádio da sua faculdade sobre actualidade política; editor de música da ESCS Magazine e escreveu para o site Bola na Rede. Acredita no jornalismo como sendo um dos pilares de qualquer democracia. Atualmente, é jornalista na SIC Notícias.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *