Alemanha suspende acordo Schengen e controla entrada de refugiados

A Alemanha suspendeu o acordo de Schengen esta tarde. O país dirigido por Angela Merkel reintroduziu o controlo de fronteiras com a Áustria, por onde entram milhares de refugiados no país. A suspensão do acordo Schengen foi veiculada ao final da tarde pelos principais jornais alemãos.

Passaporte Schengen União Europeia ControloO Ministro do Interior alemão, Thomas de Maiziére disse que “o objectivo desta medida é parar a contínua entrada de migrantes na Alemanha e voltar a ter um processo ordenado”. A Alemanha não pretende permitir aos refugiados que possam escolher o país para onde serão repatriados. Esta situação obriga assim a União Europeia a criar um plano de acção com mais urgência.

Jean Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia, reagiu rapidamente às noticias, tendo falado directamente com Angela Merkel. O sucessor de Durão Barroso disse que a medida é “excepcional”, mas “legal” aos olhos do acordo firmado sobre a livre circulação de pessoas e bens.

Juncker garantiu ainda acompanhar a implementação da suspensão, esperando que muito em breve possam ser aprovados pelos países da União Europeia as quotas correspondentes à repatriação dos refugiados pelos diferentes Estados-Membros.

Entretanto na Áustria, a companhia férrea OBB, anunciou hoje a suspensão das ligações com a Alemanha, via através da qual milhares de refugiados procuravam sair do país. Depois de Merkel ter dito que a Alemanha aceitaria refugiados, em poucos dias chegaram 63 mil ao país europeu, sendo que 13 mil chegaram num único dia.

Viktor Órban, o polémico Primeiro-Ministro húngaro, veio já aplaudir a iniciativa e disse acreditar que no futuro as fronteiras europeias serão mesmo controladas a partir da Grécia, país que é porta de entrada de milhares de refugiados da guerra na Síria.

Descomplicador:

A Alemanha suspendeu ao inicio da tarde o acordo Schengen para controlar a entrada de refugiados no país. A situação “excepcional é legal”, mas Juncker, presidente da Comissão Europeia garante acompanhar o encerramento das fronteiras.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *