Verdes da Noruega querem enviar refugiados para o Ártico

O Partido Os Verdes da Noruega sugeriu enviar refugiados para as ilhas Svalbard que se localizam no Circulo Polar Ártico. As ilhas têm uma populçaõ de apenas 2600 pessoas e a intenção é que o aumento populacional dinamize o local.

Ilhas SvalbardA ideia é que a chegada de mais população melhorasse o mercado de trabalho e a economia local, que vive muito dos trabalhos existentes nas minas de carvão, que começam a pouco e pouco a encerrar. Os deputados locais pretendem assim que os refugiados possam ir para as ilhas Svalbard por forma a darem um novo impulso à região.

Um dos problemas desta proposta é o facto de Svalbard não integrar o Espaço Schengen, o que coloca entraves à repatriação de refugiados para este local. No entanto os deputados dos Verdes querem mesmo avançar com a iniciativa se não existirem problemas legais.

Ao jornal The Independent, Espen Klungseth Rotevatn, deputado, afirmou que “a Europa está em chamas, e é agora que os nosso valores e padrões éticos são postos à prova”. Os deputados vão apoiar-se num tratado assinado em 1920 que reconhece soberania à ilha, permitindo também que qualquer país conduza actividade económica no arquipélago.

Para além da importância moral e a longo prazo de receber refugiados na ilha, Rotevatn disse ainda que “um centro de recepção de refugiados ia criar empregos, mas esse é um efeito secundário de algo muito mais importante do que isso, não é a nossa principal preocupação”.

Descomplicador:

Os deputados dos Verdes da Noruega querem enviar refugiados para as ilhas Svalbard, que se localizam no Circulo Polar Ártico e promover assim o desenvolvimento económico da ilha através dos refugiados que irão gerar criação de empregos.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *