Governo diz não ter havido alterações nas contas. Costa acusa Governo de “truques”

A polémica “rebentou” esta manhã, numa informação avançada pela Antena 1, de que Maria Luís Albuquerque, ainda enquanto Secretária de Estado teria pedido para mascarar algumas contas da Parvalorem, empresa responsável pelo banco BPN.

BPN ParvaloremSegundo a rádio publica, a Parvalorem recebeu instruções para esconder cerca de 150 milhões de euros de prejuízo, por forma a ajudar nas contas do défice do ano de 2012. Uma fonte da empresa à Antena 1 afirma mesmo que “as contas forem marteladas”, já após terem sido auditadas por uma empresa externa, tendo essa alteração sido feito por “ordens superiores”.

Maria Luís Albuquerque reagiu já à polémica dizendo ser “uma não questão, tendo em conta que é a administração que gere as contas que são auditadas externamente”. Segundo a Ministra das Finanças o que aconteceu foi um envio de questões à Parvalorem no que toca aos dados que chegaram ao conhecimento de Maria Luís. Segunda a actual Ministra das Finanças, era seu “papel enquanto Secretário de Estado colocar perguntas”.

Ainda segundo Maria Luís, a questão colocada foi se “as expectativas (de perdas) não estariam a ser excessivamente pessimistas e negativas face à evolução da economia”, na fase de cálculo do défice, quando Maria Luís era a Secretária de Estado do Tesouro, responsável pela Parvalorem.

“Até ao final da campanha vão aparecer notícias que parecem o que não são”

O Primeiro-Ministro, Pedro Passos Coelho reagiu também durante a manhã, garantindo que “não ocorreram prejuízos para reportar e que apenas existiu uma revisão dos prejuízos estimados”, essa sim pedida então por Maria Luís Albuquerque.

Passos Coelho acrescentou ainda que “o resultado do exercício não foi muito diferente”, alertando ainda para o facto de “até ao final da campanha irem aparecer noticias que parecem o que não são”.

O líder da oposição, António Costa, acusou num almoço-comício em Setúbal, o Governo de utilizar truques, dizendo que “ainda falta saber quantos truques fizeram para esconder as contas de 2013, 2014 e 2015”, acrescentando depois que “não há contabilidades que disfarcem aquilo que é a vida dramática das pessoas”.

Descomplicador:

Maria Luís Albuquerque foi acusada esta manhã de ter dado ordem para esconder prejuízos da Parvalorem, empresa que gere os activos tóxicos do BPN. A Ministra das Finanças e Passos Coelho vieram já negar a acusação e tentar esclarecer a situaçã, enquanto António Costa acusa o Governo de utilizar “truques”.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *