Costa quer negociar com todos. PCP é já esta tarde

antónio costaO secretário-geral do Partido Socialista foi o último a intervir na Comissão Política Nacional que ocorreu na noite desta terça-feira para anunciar que pretende ouvir todos os partidos e negociar à esquerda e à direita. António Costa revelou ainda que o PS não vai apoiar nenhum candidato presidencial na primeira volta nas eleições de 2016.

O documento onde o ex-Presidente da Câmara de Lisboa levava estas propostas foi aprovado por uma larga maioria: 63 votos a favor, três abstenções e quatro votos contra. O Congresso do partido ficou adiado para depois das eleições presidenciais, o que significa que António Costa se irá manter na liderança do partido até ser encontrado o novo Presidente da República.

A reunião começou pouco depois das 22h desta terça-feira e durou cerca de quatro horas, terminando já ao início da madrugada. Para além de tomar uma posição quanto às presidenciais, o objectivo principal era analisar os resultados das legislativas do passado domingo e delinear uma estratégia para a formação do próximo governo. À entrada as posições dos participantes que falaram à comunicação social eram diferentes. Por um lado João Soares considerava que as negociações deviam ser encetadas com BE e CDU par alcançar “uma maioria absoluta de esquerda”. Do lado oposto estava Vera Jardim, que defendia uma negociação com a direita e rejeitava acordos com o PCP: “PS e Bloco de Esquerda não têm maioria face à coligação Portugal à Frente”, acrescentando que “uma coligação com o Partido Comunista seria uma coligação anti-natura”.

Álvaro Beleza entrou afirmando que esperava que depois de perder as legislativas o PS pudesse ganhar as presidenciais. À saída, o militante socialista apenas afirmou que o PS não pode formar parte de um Governo já que o partido perdeu as legislativas. Álvaro Beleza, conhecido apoiante de António José Seguro e crítico de António Costa, foi um dos que votou contra o documento apresentado pelo líder socialista.

No seguimento daquilo que foi aprovado esta noite no Largo do Rato, António Costa irá começar já esta quarta-feira a ronda de negociações com os partidos. O primeiro encontro irá acontecer esta tarde, por volta das 18h, com o PCP. O local da reunião será a sede comunista. Às 11h da manhã de quinta-feira o líder socialista irá encontrar-se com o Bloco de Esquerda para dar seguimento às negociações, cumprindo assim com o mandato que lhe foi conferido na Comissão Política Nacional.

Descomplicador:

A Comissão Política Nacional do PS aprovou ontem um documento que confere a António Costa carta branca para negociar uma solução de Governo quer seja com os partidos de esquerda quer seja com a coligação PàF. Já esta tarde o líder socialista irá encontrar-se com o PCP. Amanhã será o Bloco de Esquerda. Nesta reunião ficou ainda determinado que o PS não irá apoiar qualquer candidato presidencial na primeira volta.

Publicado por: José Pedro Mozos

22 anos, natural de Lisboa. Aos dezasseis anos percebeu que a sua vocação era o jornalismo. Licenciado em jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Socia e pós graduado em Jornalismo Multiplataforma pela FCSH - Universidade Nova de Lisboa. Foi comentador num programa da rádio da sua faculdade sobre actualidade política; editor de música da ESCS Magazine e escreveu para o site Bola na Rede. Acredita no jornalismo como sendo um dos pilares de qualquer democracia. Atualmente, é jornalista na SIC Notícias.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *