Costa quer negociar com todos. PCP é já esta tarde

antónio costaO secretário-geral do Partido Socialista foi o último a intervir na Comissão Política Nacional que ocorreu na noite desta terça-feira para anunciar que pretende ouvir todos os partidos e negociar à esquerda e à direita. António Costa revelou ainda que o PS não vai apoiar nenhum candidato presidencial na primeira volta nas eleições de 2016.

O documento onde o ex-Presidente da Câmara de Lisboa levava estas propostas foi aprovado por uma larga maioria: 63 votos a favor, três abstenções e quatro votos contra. O Congresso do partido ficou adiado para depois das eleições presidenciais, o que significa que António Costa se irá manter na liderança do partido até ser encontrado o novo Presidente da República.

A reunião começou pouco depois das 22h desta terça-feira e durou cerca de quatro horas, terminando já ao início da madrugada. Para além de tomar uma posição quanto às presidenciais, o objectivo principal era analisar os resultados das legislativas do passado domingo e delinear uma estratégia para a formação do próximo governo. À entrada as posições dos participantes que falaram à comunicação social eram diferentes. Por um lado João Soares considerava que as negociações deviam ser encetadas com BE e CDU par alcançar “uma maioria absoluta de esquerda”. Do lado oposto estava Vera Jardim, que defendia uma negociação com a direita e rejeitava acordos com o PCP: “PS e Bloco de Esquerda não têm maioria face à coligação Portugal à Frente”, acrescentando que “uma coligação com o Partido Comunista seria uma coligação anti-natura”.

Álvaro Beleza entrou afirmando que esperava que depois de perder as legislativas o PS pudesse ganhar as presidenciais. À saída, o militante socialista apenas afirmou que o PS não pode formar parte de um Governo já que o partido perdeu as legislativas. Álvaro Beleza, conhecido apoiante de António José Seguro e crítico de António Costa, foi um dos que votou contra o documento apresentado pelo líder socialista.

No seguimento daquilo que foi aprovado esta noite no Largo do Rato, António Costa irá começar já esta quarta-feira a ronda de negociações com os partidos. O primeiro encontro irá acontecer esta tarde, por volta das 18h, com o PCP. O local da reunião será a sede comunista. Às 11h da manhã de quinta-feira o líder socialista irá encontrar-se com o Bloco de Esquerda para dar seguimento às negociações, cumprindo assim com o mandato que lhe foi conferido na Comissão Política Nacional.

Descomplicador:

A Comissão Política Nacional do PS aprovou ontem um documento que confere a António Costa carta branca para negociar uma solução de Governo quer seja com os partidos de esquerda quer seja com a coligação PàF. Já esta tarde o líder socialista irá encontrar-se com o PCP. Amanhã será o Bloco de Esquerda. Nesta reunião ficou ainda determinado que o PS não irá apoiar qualquer candidato presidencial na primeira volta.

Publicado por: José Pedro Mozos

23 anos, natural de Lisboa. Aos dezasseis anos percebeu que a sua vocação era o jornalismo. Licenciado em jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social e pós graduado em Jornalismo Multiplataforma pela FCSH – Universidade Nova de Lisboa. Entre março de 2016 e junho de 2017 passou pela SIC Notícias. Faz parte da editoria de política da Revista VISÃO desde julho de 2017. Acredita no jornalismo como sendo um dos pilares de qualquer democracia. Atualmente, faz parte do Conselho Editorial do Panorama.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *