Debate democrata: Hillary Clinton e Bernie Sanders saem reforçados

O primeiro debate dos candidatos às primárias do Partido Democrata aconteceu esta madrugada em Las Vegas. Os cinco candidatos discutiram temas internacionais e, sobretudo, nacionais durante pouco mais de duas horas e meia. Transmitido pela CNN e com moderação de Anderson Cooper, o debate teve como grandes destaques da noite Hillary Clinton e Bernie Sanders, que se distanciaram dos restantes três candidatos.

hillary debateÀ partida para este debate a cinco, Hillary Clinton era quem estava em melhor posição nas sondagens, reunindo 56% das preferências democratas. Em segundo lugar surgia Bernie Sanders com cerca de 32%. Juntos, reúniamm quase 90% das intenções de voto, o que os colocava bem à frente de Martin O’Malley, Jim Webb e de Lincoln Chafee. Depois da noite de ontem a distância deve continuar a aumentar.

No que à discussão política diz respeito, os temas quentes foram sobretudo a política externa, o uso de armas nos Estados Unidos, o papel da mulher e ainda as alterações climáticas. Hillary Clinton mostrou a intenção de alterar a facilidade com que os americanos podem usar armas de fogo e recordou que todos os dias há “90 pessoas vítimas” de ataques com armas, sublinhando a importância de travar esta situação. Hillary Clinton falou do facto de ser mulher e de querer combater as desigualdades entre géneros que ainda existem na sociedade norte-americana, usando assim um dos argumentos que mais força vai ter ao longo da campanha.

Sanders afirmou ser contra o capitalismo, referindo que vê o sistema beneficiar demasiado aqueles que têm mais poder e prejudicar os que têm menos, assumindo mesmo que pretende acabar com estas desigualdades e com a corrupção. Em seu favor, o candidato afirmou ser “o único em palco que não é bilionário”, tentando dar mais força ao seu argumento. Sanders concluiu ainda que o maior problema dos Estados Unidos se prende com a alteração climática e não com questões económicas. O candidato alegou ainda que “provavelmente votaria sim” num referendo sobre a legalização da Marijuana em Nevada – questão em que Hillary Clinton foi pouco conclusiva.

Apesar do confronto, um dos grandes momentos do debate foi a altura em Sanders saiu em defesa de Hillary Clinton. O candidato afirmou estar cansado da discussão em torno dos e’mails da candidata, uma das polémicas que tem marcado a pré-campanha dos democratas. Sanders pediu que se discutissem “os assuntos realmente importantes” e que se parasse de falar dos “malditos e’mails” de Hillary Clinton. Esta atitude valeu um aperto de mão entre ambos os candidatos.

Este foi o primeiro debate do Partido Democrata, depois de os republicanos já terem protagonizado um debate que ficou marcado pelo polémico candidato Donald Trump. O próximo debate democrata vai ter lugar daqui a um mês: dia 14 de Novembro. Desta feita será transmitido pela CBS.

Descomplicador:

Os candidatos a Presidente dos Estados Unidos do Partido Democrata tiveram ontem o primeiro debate entre eles. Ao todo, são cinco os nomes que assumiram a vontade de concorrer às eleições presidenciais do próximo ano. Depois da noite de ontem, Bernie Sanders e Hillary Clinton assumem-se como os principais favoritos para virem a representar os democratas na corrida à Casa Branca.

Publicado por: José Pedro Mozos

22 anos, natural de Lisboa. Aos dezasseis anos percebeu que a sua vocação era o jornalismo. Licenciado em jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Socia e pós graduado em Jornalismo Multiplataforma pela FCSH - Universidade Nova de Lisboa. Foi comentador num programa da rádio da sua faculdade sobre actualidade política; editor de música da ESCS Magazine e escreveu para o site Bola na Rede. Acredita no jornalismo como sendo um dos pilares de qualquer democracia. Atualmente, é jornalista na SIC Notícias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *