Marisa Matias candidata-se para forçar segunda volta e “fazer frente à candidatura da direita”

A Mesa Nacional do Bloco de Esquerda aprovou o nome de Marisa Matias como candidata presidencial apoiada pelo partido. A eurodeputada disse já na sua página do Facebook que vai “tentar somar votos que podem vir a revelar-se decisivos para que todo este vasto sector consiga ultrapassar os 50%”. Contactado pelo Panorama, José Soeiro, deputado do Bloco, considera que Marisa Matias “é talvez a pessoa que neste momento em Portugal está mais informada sobre o que se passa na Europa”.

Marisa MatiasA eurodeputada bloquista começou por dizer que a sua “preferência – e a aposta para a qual o Bloco trabalhou – foi a de que existisse uma única candidatura à esquerda que juntasse forças”, lamento que o cenário de há três meses atrás já não exista.

Marisa Matias afirma ainda que a sua intenção de candidatura é “somar novas forças às outras forças, porque todas são necessárias para que o candidato da direita não ganhe a presidência, muito menos sem passar por um exigente debate democrático”, prometendo assim um “debate franco mas nunca em conflito com essas candidaturas”, referindo-se às da área da esquerda.

A eurodeputada do Bloco reconhece até que tem “muitas coisas em comum com elas [candidaturas da esquerda]”, tal como Daniel Oliveira referiu também ao Panorama na sua reacção à candidatura de Marisa Matias. O objectivo de Marisa Matias é assim forçar uma segunda volta com Marcelo Rebelo de Sousa, numa candidatura com “pouca pompa, mas com muita circunstância”.

José SoeiroO mesmo entendimento tem José Soeiro, deputado do Bloco de Esquerda eleito pelo Porto, que diz ao Panorama que “que a candidatura da Marisa Matias fará frente à candidatura da direita e vai contribuir para mobilizar mais pessoas e para somar forças neste contexto”, destacando que a eurodeputada do Bloco de Esquerda é “uma eurodeputada brilhante e talvez a pessoa que neste momento em Portugal está mais informada sobre o que se passa na Europa, tendo um contacto com os debates, as decisões e os movimentos que existem a esta escala que lhe dá uma grande capacidade de trazer a este debate temas essenciais”.

Dentro desses temas essenciais, José Soeiro inclui “os constrangimentos às decisões soberanas com que estamos confrontados; os mecanismos através dos quais se exerce hoje a chantagem financeira sobre os países“, para além da elevada experiência de Marisa Matias nas áreas dos “direitos humanos, o ambiente, a saúde, as questões da indústria e da ciência, que são muito reconhecidas à escala nacional e europeia“.

Também contactado pelo Panorama, o ex-coordenador do Bloco de Esquerda, Francisco Louçã disse só comentar a candidatura quando considerar apropriado, devendo aproveitar um dos seus espaços de comentário na SIC Noticias para o fazer.

Descomplicador:

Marisa Matias candidata-se à Presidência da Republica com o objectivo de forçar uma segunda volta com o candidato da direita, Marcelo Rebelo de Sousa. Contactado pelo Panorama, José Soeiro, deputado do Bloco, considera que “que a candidatura da Marisa Matias fará frente à candidatura da direita e vai contribuir para mobilizar mais pessoas e para somar forças neste contexto”.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *