Portugal tem das propinas mais elevadas da Europa

O ensino superior português tem das propinas mais elevadas da Europa, mas é também o país que oferece bolsas de estudo de mais elevado valor. Portugal integra o restrito grupo de nove países europeus que paga mais de mil euros anuais de propinas. Ainda assim as bolsas de estudo em Portugal são as mais elevadas segundo o relatório Eurodyce.

Eurodyce Ensino Superior EducaçãoPortugal, Irlanda, Espanha, Itália, Letónia, Lituânia, Hungria, Holanda e Suíça são os nove países países cujas propinas se situam entre os mil e os cinco mil euros anuais, sendo que apenas o Reino Unido supera o escalão dos mais de cinco mil euros anuais, excluindo a Escócia, onde não são cobradas propinas.

Este relatório dá ainda conta de soluções hibridas, como na Estónia onde os alunos só pagam propinas caso no ano anterior não tenham passado a todas as disciplinas. Ainda assim cabe a cada universidade decidir se quer ou não cobrar propinas no ano seguinte.

O norte da Europa é a zona onde mais alunos recebem bolsas de estudo, com Portugal a ter em 2013/2014, 17% de alunos beneficiários deste tipo de apoio escolar. O relatório europeu divulgado dá no entanto conta que “na verdade, bolsas de valor elevado por necessidade financeira estão apenas disponíveis para uma minoria dos alunos, enquanto o sistema dos países nórdicos garante um nível de financiamento universal relativamente elevado”.

O Eurodyce aborda também os empréstimos para pagamento dos estudos superiores, dizendo ser uma prática que começa a ganhar cada vez mais “expressividade”, apontando uma taxa de 5% de estudantes que recorram a este método de financiamento.

Descomplicador:

Um relatório europeu afirma que Portugal é um dos países com as propinas mais caras na União Europeia. Ainda assim esse mesmo relatório diz também que é em Portugal que as bolsas de estudo atingem valores mais elevados em toda a zona da União Europeia.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *