Dilma e presidente da Câmara dos Deputados trocam acusações

A presidente do Brasil, Dilma Roussef e o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha têm vindo a trocar acusações quanto ao mais recente pedido de “impeachment” da presidente brasileira. Dilma Roussef rejeita as acusações de corrupção e lamenta os escândalos em que Eduardo Cunha está envolvido, segundo a imprensa brasileira.

Dilma RoussefEduardo Cunha disse lamentar que “seja com um governo brasileiro o maior escândalo de corrupção do mundo”, motivando a resposta de Dilma Roussef que garantiu que “o meu governo não está envolvido em nenhum escândalo de corrupção, não é o meu governo o acusado actualmente”, colocando as suspeitas sobre o presidente da Câmara dos Deputados.

Foi entregue recentemente na Câmara dos Deputados o “mais perigoso” dos pedidos de demissão a Dilma Roussef, depois do primeiro ter sido bloqueado pelo Supremo Tribunal Federal. Os assessores de Dilma aconselham, segundo o Globo News, a presidente do Brasil a dar por encerrada a discussão tendo em conta que Eduardo Cunha tem ainda o poder para dar seguimento ao pedido de “impeachment”.

Este mais recente pedido de “impeachment” é uma melhoria do documento produzido por Hélio Bicudo, fundador do Partido dos Trabalhistas em colisão com Lula da Silva e agora também com a participação do movimento Vem pra Rua. O primeiro pedido de “impeachment” foi bloqueado por erros processuais provocados por Eduardo Cunha, do PMDB, que adiou o seu congresso até a situação brasileira estar mais clarificada.

Descomplicador:

Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados e Dilma Roussef, presidente do Brasil trocaram acusações sobre corrupção agora que deu entrada um novo pedido de demissão da presidente brasileira. Os assessores de Dilma aconselharam a presidente a pôr fim à discussão.

 

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *