Obama muda estratégia e envia tropas para combater Estado Islâmico

O presidente norte-americano, Barack Obama alterou a sua estratégia e aprovou o envio de tropas para a Síria para trabalharem em conjunto com um grupo de rebeldes moderados para combater o Estado Islâmico. Um destacamento de 50 agentes das forças especiais norte-americanas vão assim partir para a Síria para tomar pulso à situação no país.

Barack ObamaA informação está a ser avançada por um conjunto de meios de comunicação social que estão a citar fontes autorizadas da Casa Branca. Inicialmente Barack Obama tinha dito não ir enviar tropas para a Síria e para o Iraque, mas tem colaborado com bombardeamentos aéreos. Ainda segundo a informação veiculada, o objectivo de Barack Obama é contribuir para a formação dos rebeldes moderados que se encontram no terreno e por outro lado tentar pôr fim à guerra civil.

Esta decisão surge depois da Rússia reforçar a sua actividade militar na Síria, apoiando o próprio presidente sírio, tentando também Barack Obama jogar com “este xadrez geoestratégica”. As forças norte-americanas não vão assumir uma posição na frente da batalha, indo apenas coordenar as forças já presentes no terreno que integram a grande coligação internacional.

Barack Obama estará também em contacto com o presidente iraquiano, para também nesse país reforçar o combate ao Estado Islâmico através da formação e orientação das trocas já presentes no terreno. Anteriormente Barack Obama tinha dito que não ia levar a cabo na Síria operações militares como as que os Estados Unidos conduziram no Iraque e no Afeganistão.

Descomplicador:

Barack Obama vai enviar tropas para a Síria que apesar de não integrarem a frente da batalha, indo coordenar as forças que integram a grande coligação internacional que está já no terreno. O objectivo de Barack Obama é apoiar os rebeldes moderados e com isso tentar pôr fim à guerra cívil.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *