PSD Porto estranha contratação de filho de vereador poucos dias antes da votação

O PSD do Porto não deu ainda por encerrado o caso da votação do vereador Alberto Amorim Pereira a favor do orçamento da autarquia e que provocou as primeiras declarações de Miguel Seabra, presidente da concelhia. Agora, em comunicado, o PSD da cidade afirma estar ao lado de Miguel Seabra a fala ainda da contratação do filho de Alberto Amorim Pereira para a autarquia portuense.

Miguel Seabra PSD PortoO comunicado enviado aos militantes diz assim que “a Comissão Política do PSD da cidade do Porto discorda frontalmente que o filho do senhor Vereador Dr. Alberto Amorim Pereira, associado da sua Sociedade de Advogados – a APNO – tenha começado a trabalhar para a Câmara Municipal do Porto no momento em que o pai exerce funções de Vereador na autarquia”, salvaguardando no entanto que “talvez não haja nesta situação nenhuma componente de ilegalidade mas há no nosso julgamento político uma inequívoca fragilidade ética”.

Ainda assim, entendo o PSD do Porto que “nem o Dr. Rui Moreira, enquanto Presidente da CM do Porto devia adjudicar estes serviços, nem o Dr. Alberto Amorim Pereira, enquanto Vereador, deveria aceitar essa adjudicação mantendo em simultâneo a sua permanência no executivo”, acusando quer Rui Moreira quer o vereador social democrata de ficarem “muito mal na fotografia”.

A concelhia liderada por Miguel Seabra diz ainda que “o voto favorável do senhor Dr. Amorim Pereira na proposta de orçamento de Rui Moreira, nada ter a ver com este triste e leviano episódio da nossa atual vida municipal, mas não se livra o senhor Vereador que tal nexo de causalidade possa, por muitos, ser imediatamente estabelecido”.

O PSD do Porto pede assim a demissão de Alberto Amorim Pereira, alegando “a quebra de solidariedade”, apontando não só a questão do filho de Alberto Amorim Pereira, mas também esta quebra de lealdade, bem como a questão politica, onde a proposta de redução do IMI apresentada em Assembleia Municipal pelo PSD acabou por ser rejeitada pelo movimento de Rui Moreira.

O comunicado é assinado pelo Presidente da concelhia, Miguel Seabra e enviado pelo Secretário-Geral da mesma estrutura, Luís Torres.

Descomplicador:

O caso do voto favorável do vereador do PSD no Porto, Alberto Amorim Pereira, ao orçamento de Rui Moreira ainda não foi esquecido pela concelhia local que fala agora na contratação do filho do vereador por parte da autarquia do Porto.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *