Pedro Arroja sobre as “meninas” do Bloco: “esganiçadas, sempre contra alguém ou contra alguma coisa”

O economista Pedro Arroja esteve ontem à noite no Porto Canal para comentar a actual situação politica, numa intervenção que está já a gerar bastante polémica. Referindo-se a Mariana Mortágua, Catarina Martins, Joana Mortágua, entre outras, Pedro Arroja diz que as trata por “as meninas do Bloco de Esquerda no Parlamento”, classificando-as ainda como “esganiçadas”.

Pedro ArrojaE segundo o mesmo Pedro Arroja, “aquelas esganiçadas, sempre contra alguém ou contra alguma coisa”, acrescentando que “aqui entre nós que ninguém nos ouve, eu não queria nenhuma daquelas mulheres – já tenho pensado – eu não queria nenhuma daquelas mulheres, nem dada”.

O comentário do economista não ficou por aqui, referindo ainda que “eu não conseguiria com elas, com uma delas, com uma mulher assim, construir uma comunidade, uma família”, pelo facto de estarem “sempre contra alguém ou contra alguma coisa”.

Para além de falar das “meninas do Bloco de Esquerda”, Pedro Arroja criticou ainda a actuação do partido na vida politica portuguesa, considerando “especialista nas causas fracturantes”, mas entendendo que “divide a comunidade” ao abordar os temas do abordo e do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Pedro Arroja raramente faz comentários em público mas sempre que o faz por norma gera polémica. É licenciado em economia pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto, sendo actualmente docente no Instituto de Estudos Superiores Financeiros e Fiscais. A par disso é dono de uma sociedade de gestora de activos e património com o seu nome.

Militantes e dirigentes do Bloco reagem nas redes sociais

Entretanto alguns dos militantes e dirigentes do Bloco de Esquerda, incluindo algumas das visadas, reagiram às declarações de Pedro Arroja na redes sociais ao longo da noite de ontem e da manhã de hoje. Joana Mortágua colocou ontem uma fotografia a festejar a queda do Governo dizendo estar a festejar como “esganiçada”.

Já João Semedo, ex-coordenador do Bloco de Esquerda classificou o economista como “besta quadrada” e ironicamente acrescentou que “dizem que já nasceu assim, não acredito, aquilo foram os mercados que o puseram naquele estado”. O ex-deputado José Gusmão classificou o comentário de Pedro Arroja como “entretenimento”.

A ex-deputada bloquista Helena Pinto afirmou que “atenção a todas meninas e mulheres, que por algum infortúnio tenham que conviver com homens como este”, acrescentando que “já agora as mulheres não são “dadas” a ninguém e se o forem, repito, estamos em 2015, e constitui crime. Dá mesmo prisão, Dr.º Pedro Arroja”.

Descomplicador:

O economista Pedro Arroja disse ontem em comentário ao Porto Canal que “as meninas do Bloco de Esquerda” são “esganiçadas, sempre contra alguém ou contra alguma coisa”, dizendo ainda que “nem dadas as queria”. Militantes e dirigentes do Bloco de Esquerda têm vindo a reagir nas redes sociais, incluindo algumas das visadas.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *