Paris em choque: líderes mundiais ao lado de François Hollande

É uma noticia que está abalar toda a Europa e o mundo. O brutal ataque terrorista que se registou ontem à noite em França e que ainda não está totalmente neutralizado, chocou o mundo com os principais líderes mundiais a colocarem-se ao lado do presidente francês, François Hollande.

Francois HollandeAté ao momento contabilizam-se 123 mortos e mais de 200 feridos, sendo que 99 estão em estado crítico, num dos mais brutais atentados terroristas de que há memória nos últimos anos.

François Hollande não adiantou muito até ao momento nas declarações que dirigiu aos franceses, implementando ao inicio da noite o estado de emergência em todo o país e anunciando o encerramento das fronteiras. Mais tarde o presidente francês decretou três dias de luto nacional.

Barack Obama, presidente dos Estados Unidos foi dos primeiros a reagir dizendo que este foi “um ataque a toda a humanidade”, recordando que a França é a mais antiga aliada dos Estados Unidos e que por isso pode contar com o país para tudo o que for necessário de futuro. Obama acrescentou ainda que vai “trabalhar em conjunto com a França para levar os terroristas à justiça”, escusando-se para já a especular sobre a origem dos terroristas e quais as suas motivações.

O Primeiro-Ministro inglês, David Cameron mostrou-se chocado com a situação, numa curta nota que publicou logo após os primeiros ataques, disponibilizando também “toda a ajuda necessária” aos franceses.

Em Portugal, Cavaco Silva enviou um telegrama a François Hollande a expressar a sua “consternação” com “os hediondos ataques terroristas”. Já Pedro Passos Coelho expressou “em nome do Governo e do Povo português as mais sentidas condolências e a mais sincera solidariedade face aos trágicos acontecimentos”.

Os restantes líderes partidários como António Costa e Catarina Martins reagiram também em notas publicadas no Facebook e Twitter. Marcelo Rebelo de Sousa e António Sampaio da Nóvoa também divulgaram ontem notas de pesar relativamente aos acontecimentos da noite passada em Paris.

Descomplicador:

Paris está em estado de choque com o ataque terrorista da noite passada. Os principais líderes mundiais vieram já mostrar a sua solidariedade e disponibilidade para ajudar a França. Em Portugal, Cavaco Silva, Passos Coelho e outros líderes partidários vieram também já a publico lamentar os ataques e mostrar o seu pesar.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *