PSD e CDS querem sessão evocativa do 25 de Novembro

Os líderes parlamentares do PSD e do CDS, Luis Montenegro e Nuno Magalhães, formalizaram hoje um pedido para que a Assembleia da Republica comemore os 40 anos do 25 de Novembro, data em que pôs fim ao Processo Revolucionário em Curso (PREC) e que por isso pode criar dificuldades no relacionamento entre o PS e a ala mais à esquerda no Parlamento.

Jaime Neves, uma das caras do 25 de Novembro

Jaime Neves, uma das caras do 25 de Novembro

Na missiva enviada ao presidente da Assembleia da Republica, Ferro Rodrigues, o PSD e o CDS pedem que “estando já marcados os trabalhos parlamentares para o próximo dia 25, sugerimos que deve o trabalho normal do parlamento ser complementado por uma evocação digna do momento histórico que queremos recordar”.

As duas bancadas parlamentares sugerem assim, “por exemplo, com uma conferência ou sessão que relembre a todas as gerações o caminho que, juntos, fizemos para a democracia”. Para a ala mais à direita no Paralmento, assim como se comemorou o 25 de Abril, “é da maior justiça e importância relembrar o dia, e os seus intervenientes, que confirmou a democracia, reforçou o pluralismo e evitou desvios totalitários em Portugal”.

O Parlamento vai reunir a conferência de lideres, com os presidentes dos grupos parlamentares para decidir se avança com alguma iniciativa comemorativa do 25 de Novembro, à semelhança do que faz com o 25 de Abril onde leva a cabo uma sessão evocativa com a presença do Presidente da Republica e outros convidados.

Descomplicador:

O PSD e o CDS apresentaram uma proposta à Assembleia da Republica para a realização de uma conferência ou de uma sessão evocativa do 25 de Novembro. Segundo a ala mais à direita do Parlamento, esta data merece uma relevância tão grande como o 25 de Abril. A conferência de líderes vai decidir em breve se aceita a sugestão do PSD e do CDS.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *