Conselheiro de estado: “Em 5 anos nenhum banco português será nacional”

O conselheiro de estado e ex-presidente do Novo Banco disse no Fórum Empresarial do Algarve, que está a decorrer em Vilamoura que “dentro de três a cinco anos, nenhum dos grandes bancos portugueses será nacional”, mostrando assim preocupação com o futuro do sistema bancário em Portugal.

Vitor BentoPara Vitor Bento, economista e que foi o primeiro presidente do Novo Banco, sendo substituído depois por Eduardo Stock da Cunha, esta tendência revela as “consequências estratégicas das opções macroeconómicas que vão condicionar o futuro do país”, considerando assim que vão afectar o desenvolvimento da economia portuguesa.

Vítor Bento falou no mesmo painel de João César das Neves e Murteira Nabo, e acrescentou ainda que esta “alienação do futuro” leva a que “daqui por uns anos temos aqui uma economia completamente subsidiária onde os centros de decisão do país estão fora do país, pelo menos os económicos”.

Para o economista que liderou a SIBS durante vários anos, o facto de grandes empresas nacionais estarem agora em mãos estrangeiros é resultado da “politica macro-económica” do país e não uma mera “obra do acaso”.

À margem da conferência, o presidente da Confederação Industrial Portuguesa (CIP), António Saraiva disse que a previsão de Vítor Bento seria “desastrosa para o país”, acrescentando ainda que “se aqueles que podem alimentar a economia não o fizerem eficazmente e dependermos de terceiros, até em termos geopolíticos isso terá seguramente desafios para os quais não estamos devidamente preparados”.

Descomplicador:

O economista Vítor Bento disse no Fórum Empresarial do Algarve que dentro de “três a cinco anos, nenhum dos grandes bancos portugueses será nacional”, acrescentando ainda que tal futuro se deve à “má politica macro-económica” do país.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *