Banco de Portugal alerta para “grau de incerteza elevado”

O Banco de Portugal reviu em baixa as previsões de crescimento da economia portuguesa, para este ano e para os anos seguintes. O Boletim Económico de Dezembro não é particularmente animador e Carlos Costa, governador do Banco de Portugal alerta para o “grau de incerteza particularmente elevado”.

Banco de PortugalEste boletim económico avança com uma expansão do PIB na ordem dos 1,6%, menos 0,1% do que a anterior previsão, valor que sobe para 1,7% em 2016 e para 1,8% em 2017, um valor que regista quebras de 0,2% face aos dados anteriores. Apesar da revisão em baixa o Banco de Portugal continua a apontar para uma “recuperação gradual da actividade económica ao longo do período 2015-2017”.

O Banco de Portugal aposta nas exportações como um dos factores fulcrais para o crescimento, adiantando que “deverão apresentar um crescimento robusto ao longo do horizonte”, referindo-se ao período entre 2015 e 2017.

Quanto à procura interna, uma das apostas do governo socialista, com o aumento da capacidade de consumo das famílias, a instituição liderada por Carlos Costa avança que “deverá apresentar uma recuperação gradual, compatível com a redução do nível de alavancagem das famílias e empresas não financeiras”.

Ainda assim, a instituição alerta para o “grau de incerteza”, devido ao facto de “não serem conhecidas informações relativas às medidas de natureza orçamental que serão implementadas nos próximos anos”, aguardando ainda pelos primeiros dados do Orçamento de Estado.

Descomplicador:

O Banco de Portugal reviu em baixa os dados económicos do país para este ano e para os próximos. O Boletim Económico deste mês alerta para o “grau de incerteza elevado” devido ao facto de “não serem conhecidas informações relativas às medidas de natureza orçamental que serão implementadas nos próximos anos”

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *