Austeridade a prazo para colocar o défice abaixo dos 3%

O Ministro das Finanças do governo liderado por António Costa anunciou hoje três semanas de austeridade para controlar as contas publicas e colocar o défice abaixo dos 3%, por forma a conseguir assim sair do procedimento de défice excessivo.

Mário CentenoMário Centeno anunciou assim um “travão” na despesa do estado por forma a conseguir controlar a derrapagem das contas até ao final do ano, conseguindo assim cumprir o tão desejado objectivo de deixar o défice abaixo dos 3%. O Ministro das Finanças anunciou assim três medidas que serão cumpridas até ao final do ano e que passarão sobretudo por controlo de despesas dentro da máquina do estado.

Uma das medidas é o congelamento de descativações de despesa e utilização dos saldos de gerência dos serviços, a redução de fundos disponíveis nas entidades publicas é outra das medidas tomadas hoje pelo governo de António Costa, e por fim a não assunção de novos compromissos até ao final de 2015.

Mário Centeno anunciou que estas medidas extraordinárias se devem ao facto de ter existido um “conjunto de desvios na execução orçamental disseminados do lado da despesa e da receita”, dando no entanto a garantia que estas medidas não terão “implicações para a elaboração do Orçamento do Estado para 2016”.

Descomplicador:

Mário Centeno anunciou hoje a implementação de três medidas extraordinárias de austeridade até ao final do ano, com o objectivo de controlar a despesa do estado e conseguir assim dar cumprimento ao objectivo de fechar o ano de 2015 com um défice abaixo dos 3%.

 

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *