UNorte.pt: Uma realidade também no Desporto Universitário

O dia 9 de Janeiro de 2015 marcou um momento histórico para o Ensino Superior em Portugal e para a Região Norte. Em plena Casa de Mateus, edifício icónico de Vila Real, formalizou-se a constituição do Consórcio UNorte.pt que junta, numa parceria estratégica, as universidades do Minho (UM), do Porto (U.Porto) e de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD).

Dos objetivos deste consórcio, realça-se o reforço da articulação conjunta em domínios de interesse mútuo, seja ao nível da oferta formativa, mobilidade de estudantes e atração de estudantes e investigadores estrangeiros, seja na promoção internacional conjunta da Região Norte, na representação conjunta em redes transnacionais, dinamização do empreendedorismo académico, ação social escolar, entre outros.

Universidade do Porto Universidade do Minho UTAD

Deste leque alargado de objetivos há um que julgo pertinente realçar, um objetivo que embora menos sonante não deve de todo ser desprezado: refiro-me ao desporto universitário e de todo o trabalho conjunto e de cooperação que se pode realizar nesta área de intervenção. Num documento assinado pelos três reitores do Unorte.pt vinha o destaque para a atuação neste campo, reafirmando a vontade de «promoção do desporto universitário, incluindo a organização conjunta de grandes eventos internacionais».

No passado dia 15 de setembro, deram entrada na FISU (International University Sports Federation), 3 candidaturas à organização de 3 campeonatos mundiais universitários: o Campeonato Mundial de Ciclismo a organizar pela Universidade do Minho e pela Associação Académica da Universidade do Minho, o Campeonato Mundial de Basquetebol 3×3 a organizar pela Universidade do Porto, pelo Instituto Politécnico do Porto e pela Federação Académica do Porto e o Campeonato Mundial de Corfebol a ser organizado pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e pela Associação Académica da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, estando todos eles sob a égide da Federação Académica do Desporto Universitário, com o apoio das respetivas Federações Nacionais das modalidades em questão, bem como das Câmaras Municipais de cada uma destas três cidades.

FADU

O realce individual de cada uma das candidaturas por vezes não deixa perceber o cenário macro em que nos encontramos, contudo não podemos descurar a “feliz coincidência” das únicas candidaturas estarem intimamente relacionadas com as 3 Universidades do Consórcio UNorte.pt. Ademais, realço também aqui a importância da Associação Académica da UTAD e da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro apresentaram, pela primeira vez na sua história, uma candidatura a um evento desportivo internacional. Essa candidatura só foi possível tendo sido alicerçada na experiência da Universidade do Minho e da sua Associação Académica, fruto dos 11 eventos internacionais que já realizou, bem como na excelência organizativa da Universidade do Porto e da Federação Académica do Porto. Tudo isto, aliado ao diálogo e trabalho constante dos Serviços de Ação Social e das Associações e Federação Académica, comprovou que o UNorte.pt não é apenas um delírio de alguns, e muito menos será leviano ou contemplado num “guardanapo de papel, escrito no final de um jantar” como o Senhor Secretário de Estado do Ensino Superior, Professor Ferreira Gomes, fez questão de descrever no passado.

A Unorte.pt está viva e o diálogo e cooperação têm permitido inúmeros progressos, alguns deles históricos para as 3 Universidades e para a Região Norte de Portugal. Recordemos os dias de hoje como os dias em que se começou a escrever uma nova página na história do desporto universitário e na forma como pensamos e organizamos o Ensino Superior.

Publicado por: André Coelho

Presidente da Associação Académica da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (AAUTAD). Estudante de Ciências do Desporto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *