Juventudes Socialistas europeias apelam a Partidos Socialistas que sigam exemplo de António Costa

As Juventudes Socialistas europeias pediram, em comunicado conjunto, que os Partidos Socialistas europeus sigam o exemplo do Partido Socialista português e assumam posturas mais fortes a nível nacional e apostem na cooperação com diferentes forças políticas, ao invés da constituição de grandes coligações que, consideram, estão a minar o sucesso da família política socialista e a contribuir para o enraizamento de um discurso e pensamento político instituído de direita.

Joao TorresNeste comunicado conjunto, saído do encontro de líderes, realizado em Bruxelas, as Juventudes Socialistas assumiram a sua preocupação com aquela que consideram ser «a maior crise do projeto europeu desde a sua formação», declarando ainda que é urgente dar resposta ao aumento galopante do desemprego, em face das medidas austeritárias que têm contribuído para o afastamento de alguns sectores da sociedade, com consequências diretas ao nível da radicalização.

Este encontro, o primeiro do género ao fim de anos, juntou os líderes das Juventudes Socialistas europeias que, durante estes dois dias, discutiram a situação política de cada país, a situação política europeia, o ativismo europeu, as políticas de austeridade, a crise de refugiados, as alterações climáticas, o terrorismo e a extrema-direita.

Durante este encontro foi discutida uma campanha comum europeia para o ano de 2016 e emitida uma declaração conjunta dos jovens socialistas europeus. João Torres, deputado e líder da Juventude Socialista, participou nesta reunião que decorreu em Bruxelas no passado fim-de-semana.

Fundada em 1992, a Young European Socialists (YES), anteriormente designada por European Community Organisation of Socialist Youth (ECOSY), é a estrutura jovem análoga ao Party of European Socialists (PES), constituindo-se ainda como membro da International Union of Socialist Youth (IUSY).

Descomplicador:

As Juventudes Socialistas de toda a Europa estiveram reunidas este fim-de-semana em Bruxelas e fizeram sair um comunicado conjunto onde entre outras tomadas de posição apelaram aos socialistas europeus para seguirem o exemplo de António Costa e procurarem alianças com outros partidos “fora do sistema”. Entre as restantes tomadas de posição estavam matérias relacionadas com a cimeira do clima, o fim da austeridade, entre outros.

 

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *