Rajoy e Sanchez “picaram-se” naquele que pode ser o último debate do bipartidarismo

Foi um debate crispado aquele que colocou frente-a-frente Pedro Sanchez do PSOE e Mariano Rajoy do Partido Popular. No fim as sondagens deram uma ligeira vantagem a Rajoy, mas ainda assim a opinião geral é que este possa ter sido o último frente-a-frente do bipartidarismo em Espanha.

Pedro Sanchez Mariano Rajoy EspanhaPedro Sanchez acusou Mariano Rajoy de “não ser uma pessoa decente”, recordando o caso Bárcenas e dizendo que o líder do PP se devia ter demitido da liderança do governo há dois anos atrás. O líder do governo espanhol, “acusou o toque” e respondeu dizendo que “sou um político honrado” e partindo para o ataque a Pedro Sanchez ao dizer que “você é jovem e vai perder estas eleições, mas disso pode-se recuperar. Do que não se pode recuperar é da afirmação ruim, mesquinha e miserável que fez aqui”, desafiando-o ainda a levá-lo a tribunal caso tenha alguma acusação.

A corrupção e a economia foram aliás os dois temas mais falados ao longo do frente-a-frente, e quase sempre lado a lado entre si por vontade de Pedro Sanchez que disse também que “o senhor cortou em tudo menos na corrupção do seu partido”, dirigindo-se mais uma vez a Rajoy.

Mariano Rajoy quis pegar no tema da recuperação económica que foi a tónica de toda a sua campanha, mas Pedro Sanchez procurou não deixar que o líder do PP conseguisse. Na declaração final, Mariano Rajoy recordou então o crescimento económico do país, dizendo que “Espanha é uma grande nação”, apostando na recuperação do emprego, das pensões e do bem-estar social.

No final do debate, as sondagens online, o El País apresentou uma ligeira vantagem para Sanchez, no entanto, o El Espanhol, o El Mundo e o ABC atribuem todos a vitória a Mariano Rajoy. A par disso, alguns comentadores atribuem como maiores vencedores, os líderes do…Ciudadanos e do Podemos, que não marcaram presença neste debate.

Descomplicador:

Pedro Sanchez, líder do PSOE e Mariano Rajoy, líder do Partido Popular estiveram recentemente num frente-a-frente polémico, com acusações de corrupção por parte do líder socialista ao actual Primeiro-Ministro. A maioria das sondagens online atribuiu a vitória a Mariano Rajoy do Partido Popular.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *