Bolsa portuguesa passa de PSI20 a PSI17

Depois de em 2014 o colapso do grupo BES ter resultado na saída do Banco Espírito Santo e do Espírito Santo Financial Group, agora foi a vez do Banif sair do principal índice da bolsa portuguesa, que apesar de ter PSI20 como nome já só tem 17 empresas.

Bolsa XangaiO Banif deixou assim o PSI20, tendo obrigatoriamente de ser substituída por uma outra empresa na próxima revisão do índice, tendo em conta que o principal índice da bolsa nacional não pode ter menos de 18 empresas. Esse valor mínimo tinha sido já atingido com a saída das duas empresas do grupo BES.

Segundo revela o semanário Expresso, em Março a Bolsa de Valores de Lisboa vai ser alvo de uma reavaliação, sendo nessa altura que será escolhida a empresa que vai integrar o índice máximo da bolsa nacional, por forma a dar cumprimentos aos mínimos exigidos.

Actualmente integram o PSI20, a Altri, o Millenium BCP, o Banco BPI, os CTT, a EDP e a EDP Renováveis, a Galp Energia, a Impresa, a Jerónimo Martins, a Mota Engil, a Nos, a Pharol, a Portucel, a REN, a Semapa, a Sonae e a Texeira Duarte.

Descomplicador:

O PSI20, o principal índice da bolsa de valores de Lisboa perdeu o Banif e tem agora apenas 17 empresas. Em Março, data da próxima revisão da bolsa nacional, pelo menos uma empresa terá de entrar por forma a garantir o cumprimentos dos mínimos exigidos pela Euronext.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *