Santos Silva viajou em executiva e agradeceu ao Correio da Manhã o alerta

O Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, deslocou-se a Bruxelas entre os dias 13 e 15 de Dezembro, tendo viajado em classe executiva. O ministro do governo de António Costa alegou “não saber” das directrizes implementadas por Pedro Passos Coelho que dizem que “os governantes devem viajar em classe económica, em viagens com duração inferior a quatro horas”.

Augusto Santos SilvaA medida implementada por Pedro Passos Coelho no Orçamento de Estado de 2012 impede assim os governantes portugueses de viajarem em executiva em viagens com duração inferior a quatro horas, situação que Santos Silva disse “não ter conhecimento”, tendo agradecido ao Correio da Manhã, que publicou a noticia inicialmente, o alerta dado.

Confrontado com a situação, Augusto Santos Silva disse que iria rapidamente tratar de pagar a diferença do bilhete, dizendo que “em consequência, assumirei a respetiva responsabilidade financeira, pagando pessoalmente a diferença de valores”, acrescentando ainda que a viagem “não teve nada de excepcional”.

Em 2011, Pedro Passos Coelho viajou para Bruxelas em classe económica e disse que “todas as viagens dentro da Europa” seriam realizadas nessa mesma classe, recusando à época fazer “alarde” sobre o “exemplo” que garantiu cumprir durante os quatro anos da sua legislatura.

Descomplicador:

Augusto Santos Silva viajou para Bruxelas em classe executiva violando assim uma disposição que está consagrada no Orçamento de Estado desde 2012 e que diz que os governantes portugueses devem viajar em classe económica em viagens com duração inferior a quatro horas. Santos Silva agradeceu ao Correio da Manhã o alerta e disse pagar a diferença.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *