Está de volta a aplicação que descobre o que os políticos apagaram do Twitter

Está de volta o Politwoops, uma aplicação que guarda os tweets que foram apagados por personalidades politicas. A aplicação estava suspensa mas após conversações entre a fundação que a desenvolveu e o Twitter está de regresso na Europa e dentro de dias também nos Estados Unidos da América. Em Portugal poucos são os que apagaram publicações na rede social Twitter.

PolitwoopsA aplicação disponível AQUI, para já disponível apenas em território europeu, depois de ter sido bloqueada em Agosto, tendo a fundação que desenvolveu a Politwoops estado até Dezembro em conversações com o Twitter para que fosse possível manter a aplicação online.

Para além de registar os tweets eliminados, a aplicação regista ainda a hora da publicação e o tempo que decorreu até o post ter sido eliminado, por forma a que se perceba se foram apagados apenas por meros erros de escrita ou se o foram por um qualquer outro motivo.

Agora que já está online na Europa e dentro de alguns dias também nos Estados Unidos da América, o objectivo da fundação é agora expandir para África, Médio Oriente e América Latina ao longo dos próximos tempos, segundo revelam ao TechCrunch.

Em Portugal aparecem até ao momento registados na plataforma tweets do PS e do PSD, da conta oficial do Governo, mas também de Edite Estrela e João Galamba, do Partido Socialista, de Rui Tavares, do LIVRE e de Carlos Moedas, Comissário Europeu.

Descomplicador:

Está de regresso o Politwoops, uma plataforma que regista os posts apagados do Twitter nas páginas dos principais protagonistas políticos. Em Portugal estão “registados” tweets de João Galamba, Edite Estrela, Rui Tavares, mas também das páginas do PS e do PSD.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *