Novo regulamento do PS abre algumas polémicas

O novo regulamento eleitoral do Partido Socialista está a gerar algum burburinho dentro do partido. Ao que apontam alguns dirigentes este novo regulamento impede a realização de directas na escolha de candidatos às autarquias e na escolha de listas de candidatos à Assembleia da Republica, uma situação que gerou indignação. A direcção do PS diz que o regulamento espelha os estatutos.

Partido Socialista PSO novo regulamento eleitoral foi aprovado no Sábado na Comissão Nacional e teve apenas três votos contra de três dirigentes próximos de António José Seguro, segundo revela a Agência Lusa. Em 2012 a alteração estatutária conduzida por António José Seguro previa a possibilidade de realizar directas dentro da concelhia para escolha do candidato à câmara no caso de existir mais do que um militante interessado.

O mesmo acontecia nas Federações Distritais quando aparecesse mais do que uma lista de candidatos à Assembleia da Republica, desde que subscrita por 10% dos militantes do distrito e um terço dos membros da Comissão Politica da Federação.

De acordo com este novo regulamento, a decisão sobre os candidatos compete agora à Comissão Politica Concelhia quando são cargos locais, à Comissão Politica Distrital para cargos de âmbito distrital e a Comissão Politica Nacional para cargos de abrangência nacional ou europeia. Ainda assim o novo regulamento prevê a realização de eleições primárias abertas a simpatizantes após aprovação de regras especificas por parte da direcção nacional do PS.

Hugo Pires, secretário nacional do PS responsável pela organização diz apenas que o regulamento “transpõe o que está previsto nos estatutos”, acrescentando que as alterações estatutárias foram feitas em Novembro do ano passado e que “quem só agora deu conta andou um ano distraído”.

Descomplicador:

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *