Bagão Félix diz que Governo está com “pressa” e que Mário Nogueira é “quase um ajudante de ministro”

Bagão Félix criticou a “pressa” do atual governo para anunciar o fim das provas finais no ensino básico. O antigo ministro das Finanças discorda da posição do líder da Fenprof, que defendeu que esta é a altura certa para levar a cabo algumas mudanças no sistema educativo.

Bagão Félix“Não há sistema que resista a tanta modificação. (…) Era necessário o sistema respirar fundo”, explicou António Bagão Félix, no espaço de comentário na SIC Notícias. O antigo ministro das finanças diz que o fim das provas finais no ensino básico anunciado pelo Executivo revela uma “instabilidade das regras, que não é positiva para o sistema educativo”.

Bagão Félix deixou claro que não partilha da opinião de Mário Nogueira. O líder da Fenprof diz que esta é a altura de fazer mudanças no sistema de educação português. “Mário Nogueira é quase um Secretário de Estado, um ajudante de ministro”. “Em janeiro, [o Governo] diz “afinal, o seu filho não vai ter exame”. Para quê esta pressa toda? Em nome de quê? Em nome de o sistema ser mais errático?”.

Quanto à reposição das 35 horas de trabalho na função pública, o comentador lembrou que a medida, apesar de contar com o apoio dos parceiros à esquerda, vai implicar o aumento da despesa. “Estamos na fase da festa, de reverter as medidas. E nessa medida, o Governo tem tido apoio da esquerda. Já nas medidas mais simpáticas, tem tido apoio da direita”.

Bagão Félix considera ainda “curioso que alguns sindicatos, para as coisas melhores” queiram “igualar o seu estatuto ao sector privado” e que, em contrapartida, “o sector privado fique diferenciado negativamente face ao sector público”.

Descomplicador

Bagão Félix criticou, no espaço de comentário da SIC Notícias, o fim das provas finais do ensino básico, dizendo que o governo está com “pressa”. O antigo ministro das finanças trouxe, ainda, para a conversa Mário Nogueira, líder da Fenprof, que defende que esta é a altura certa para serem feitas algumas mudanças no sistema educativo. “Mário Nogueira é quase um secretário de Estado, um ajudante de ministro”, disse Bagão Félix.

ymndmgmd@grandmasmail.com'
Publicado por: Rita Fernandes

Finalista do curso de jornalismo na Escola Superior de Comunicação, tem 20 anos e é natural de Lisboa. Não vive sem livros. Também redatora no site Espalha-Factos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *