Mário Soares foi o que gastou mais dinheiro numa só campanha presidencial…e perdeu

2006. Mário Soares apresentou-se novamente como candidato presidencial contra um Cavaco Silva revigorado e com a ressaca dos seus dez anos de governo já feita. Manuel Alegre tinha já avançado mas o PS de José Sócrates, galvanizado pela maioria absoluta do ano anterior acreditou que era possível eleger novamente Soares depois de 10 anos de Jorge Sampaio. Na campanha foram gastos 3 milhões 478 mil e 435 euros. Perto de quatro milhões de euros para o candidato que ficou classificado em terceiro lugar.

Mário Soares 2006A campanha de Mário Soares em 2006 foi a mais cara campanha presidencial de sempre, seguido pela de Cavaco Silva nesse mesmo ano que viria a resultar na sua vitória à primeira volta. Segundo o Expresso, que fez todos os cálculos, nessa campanha o ex-presidente do PSD gastou 3.194.176 euros. Aliás, do top10 das campanhas presidenciais mais caras, quatro são de 2006. Jerónimo de Sousa, apoiado pelo PCP, gastou mais de 852 mil euros, enquanto Manuel Alegre, que viria a ficar em 2º atrás de Mário Soares, gastou perto de 850 mil euros.

Ramalho EanesNo entanto dez anos antes, em 1996, Cavaco Silva também foi o candidato que mais investiu, cerca de 317 mil contos, que hoje seriam perto de 2 milhões 400 mil euros, um valor superior ao investido por Jorge Sampaio que bateu os 2.250.000 euros.

Nas míticas eleições de 1986, Salgado Zenha foi o candidato mais gastador, com 431 mil euros à data de hoje, enquanto Mário Soares e Diogo Freitas do Amaral, os candidatos que passaram à segunda volta, os gastos foram na ordem dos 415 mil euros cada. Na segunda volta foi Freitas do Amaral a gastar mais do que o candidato socialista, com 208 mil euros de investimentos, mais sete mil euros do que Mário Soares.

Nas primeiras eleições para o cargo de Presidente da Republica, Ramalho Eanes gastou mais de 328 mil euros para garantir a sua eleição, com Octávio Pato, candidato comunista a gastar mais de 197 mil euros e com José Pinheiro de Azevedo a gastar apenas 20 mil euros.

Descomplicador:

Mário Soares foi o candidato com maior orçamento para uma campanha presidencial. Foram mais de 3 milhões 478 mil euros gastos na campanha de 2006 em que ficou atrás de Cavaco Silva e Manuel Alegre. Do top10 das campanhas mais caras, quatro foram em 2006.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *